Bruno Mateus
@otempo
26/09/21
17h30

De olho na final

Atlético: Cuca afasta pressão e prega equilíbrio para decisão contra o Palmeiras

Time alvinegro precisa da vitória no Mineirão, nesta terça (28), para garantir classificação à final da Copa Libertadores sem passar pelos pênaltis

Cuca prega equilíbrio para a decisão diante do Palmeiras pela Copa Libertadores — Foto: Pedro Souza/Atlético
Bruno Mateus | @otempo
26/09/21 - 17h30

Logo após o 0 a 0 contra o São Paulo na noite de sábado (25), na capital paulista, pelo Campeonato Brasileiro, o Atlético já mudou o foco e passou a viver o clima de decisão na Copa Libertadores. Na terça (28), às 21h30, o time de Cuca enfrenta o Palmeiras no Mineirão pelo jogo de volta da semifinal do torneio. No primeiro duelo, o placar ficou em branco e um novo 0 a 0 leva a partida para os pênaltis; empate com gols classifica o alviverde paulista.

Questionado se o time entra em campo mais pressionado que o adversário por ter a obrigação de vencer em casa, resultado que colocaria o alvinegro na finalíssima da competição continental em 27 de novembro, em Montevidéu, o treinador Cuca ponderou: “Não chegamos com pressão nenhuma, não podemos nos pressionar. Não é assim que funciona”. 

Para o treinador atleticano, a palavra de ordem entre comissão técnica e atletas é equilíbrio. “Em todos os sentidos”, destaca Cuca. “Temos jogar uma partida sem nos pressionarmos. Tomamos um gol em casa na Libertadores. Pode tomar dois na terça? Pode, mas pode fazer dois, três, quatro… Cada jogo é uma história e vamos ver terça o que está guardado para esse”, acrescentou o treinador. 

O Palmeiras chegará ao Mineirão após perder o clássico para o Corinthians, por 2 a 1, pelo Brasileiro. Para Cuca, perder um jogo como esse é sempre ruim, mas o resultado no torneio nacional não irá interferir no comportamento do adversário para o mata-mata da Libertadores: “Perder um clássico traz sempre uma cobrança muito grande, mas isso não entra em campo na terça. O que entra é um placar de 0 a 0, o jogo é na casa do Atlético e quem vencer vai passar adiante”. 

À espera de Savarino, Keno e Diego Costa

Para o duelo contra o Palmeiras, os atleticanos ainda podem ter o retorno dos atacantes Diego Costa, Keno e Savarino. Costa sentiu um incômodo na parte posterior da coxa esquerda e teve de ser sacado no decorrer do primeiro jogo contra o time paulista, no Allianz Parque, na última terça-feira (21). 

O venezuelano Savarino sofreu uma lesão no tendão do músculo adutor da coxa direita em partida de sua seleção diante do Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar. Já Keno se recupera de uma virose. “Ainda temos tempo. Amanhã (domingo) vamos fazer uma reavaliação. Eles estão evoluindo muito bem e eu não descartaria nenhum. Vamos esperar até o último momento”, pontuou Cuca.

 

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000