Gabriel Pazini
@superfcoficial
10/09/19
08h00

Paradoxal

Cazares, o 'craque-problema' do Atlético

Camisa 10 encanta dentro de campo e possui ótimos números, mas acumula várias polêmicas fora das quatro linhas

Juan Cazares vive mais uma polêmica — Foto: Bruno Cantini/Atlético
Gabriel Pazini | @superfcoficial
10/09/19 - 08h00

Um golaço atrás do outro. Um deles do meio-campo, aquele que nem Pelé fez. Lances mágicos, passes impressionantes e dribles e domínios de bola para deixar qualquer um boquiaberto. Desempenho e números que comprovam um talento inquestionável. Camisa 10 Atlético, o mago Juan Cazares é, inegavelmente, o craque do time de Rodrigo Santana e vem sendo, nos últimos anos, o grande nome do Galo.

No entanto, o brilho dentro de campo é acompanhado por diversas polêmicas fora dele, a última delas nesta segunda-feira (9), quando o equatoriano foi conduzido pela polícia para o batalhão da Polícia Militar de Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, por supostamente ter agredido duas mulheres em uma festa em sua casa, em um condomínio de luxo na cidade. O meia nega e afirma ter sido chantageado por elas, que dizem o contrário. Com versões diferentes dos envolvidos, o caso ainda é investigado pela PM.

Cazares não está no nível dos gênios que serão citados, mas como Maradona, George Best e Romário, entre outros grandes nomes da história do futebol, se enquadra no perfil do chamado "craque-problema", que encanta e decide em campo, mas tem uma longa lista de problemas fora das quatro linhas.

 

A última confusão, afinal, é mais uma das várias envolvendo o meia, entre elas, atrasos em reapresentações, treinos e concentrações e polêmicas com outras mulheres. Não à toa, alguns torcedores e jornalistas apontam que a agitada vida extracampo com festas de arromba atrapalha suas exibições em algumas partidas e a rotina de atleta profissional.

Por outro lado, o camisa 10 tem se provado decisivo para o Galo, e não é de hoje. Artilheiro e maestro, Cazares é o goleador do Atlético no Brasileiro, com quatro gols, e também o líder do time em chances criadas (28), finalizações (37) e cruzamentos (70).

O histórico também impressiona. O camisa 10 é o terceiro maior artilheiro do Atlético na Libertadores, com oito gols, atrás de Jô (11) e Guilherme (9), e o estrangeiro com mais jogos na competição pelo clube (23). Ele também é o segundo "gringo" com mais partidas pelo Galo (187), atrás do uruguaio Cincunegui (194), e o segundo com mais gols (39), tendo somente o argentino Lucas Pratto (42) na sua frente.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000