GABRIEL PAZINI*
@SUPER_FC
06/02/14
15h06

MERCADO

Kalil pediu sugestões para contratar, não é? Demos as nossas

Existem bons nomes disponíveis no mercado, inclusive nos setores em que o Atlético mais precisa de reforços

Sem clube, Kleber seria uma boa e importante contratação em um setor carente do Atlético — Foto: JEFFERSON BERNARDES/VIPCOMM
GABRIEL PAZINI* | @SUPER_FC
06/02/14 - 15h06

O Atlético precisa de reforços, principalmente na defesa, mais especificamente, na zaga e na lateral esquerda. A torcida está pedindo contratações e, por enquanto, os nomes que chegaram não agradaram e nem resolvem problemas. É bem verdade que o elenco campeão da Libertadores foi mantido, no entanto, o banco de reservas alvinegro em 2014 é mais carente que o de 2013, principalmente pelas lesões que já afetam o clube neste começo de temporada.

Um tanto irônico, o presidente do Galo, Alexandre Kalil, disse estar aberto a sugestões e ajuda para contratar jogadores, e afirmou que "não está podendo escolher". Pois bem, o Super FC aceitou o convite do mandatário atleticano e oferece ajuda ao senhor que assina os cheques na Cidade do Galo.

É importante levar em consideração que as inscrições para a fase de grupos da Libertadores se encerram nesta sexta-feira, fato que complica a contratação de jogadores estrangeiros, já que pela necessidade do visto de trabalho, provavelmente não existiria tempo hábil para fechar as negociações. No entanto, existem alguns brasileiros disponíveis no mercado e em posições necessárias para o Galo, fora que os estrangeiros poderiam ser contratados para a fase final do torneio continental.

Desde já, a reportagem deixa claro que apenas atletas possíveis estão na lista abaixo. O Super FC levou em consideração jogadores com preço acessível para o Galo ou sem clube, além, é claro, da qualidade técnica. Vale destacar, também, que é possível contar com cinco estrangeiros no elenco atualmente, e o Atlético, como tantos outros clubes brasileiros, parece não ter acordado para a possibilidade de contratar bons atletas do futebol sul-americano com valor acessível de compra. Portanto, o Galo não precisa cometer falhas, como quando deixou Pablo Pérez escapar pela barganha de 1 milhão de euros.

Sem mais delongas, confira a lista do Super FC:


Milton Casco, Newell's Old Boys-ARG, zagueiro/lateral-esquerdo/volante, 25 anos

Polivalente e bom jogador, Casco pode atuar tanto como volante, quanto como zagueiro. É bom jogador e seria um bom reforço para o Galo. Especula-se que o Newell's quer 4 milhões de euros pelo atleta, no entanto, como Pablo Pérez saiu por 1 milhão de euros, não acredito que Casco custaria muito aos cofres alvinegros. Goltz, do Lanús-ARG, e Meza, do Santa Fe-COL, também seriam boas pedidas, mas como já disputaram a Libertadores por seus clubes, não poderiam defender o Galo.

 

Emiliano Velázquez, Danubio-URU, zagueiro, 19 anos

Apesar de muito jovem, Velázquez já mostrou qualidade e bagagem no Danubio e nas seleções de base do Uruguai. Capitão do time nacional vice-campeão mundial sub-17 em 2011 e também líder da equipe sub-20 no Mundial de 2013, o zagueiro ganhou chances com Óscar Tabárez nas Eliminatórias para a Copa 2014 e se saiu bem. Além disso, é titular em seu clube e foi um dos destaques do último Campeonato Uruguaio. Velázquez, inclusive, foi fundamental no título do Apertura 2013. O zagueiro seria uma excelente aposta para um setor onde o Atlético precisa de reforços urgentemente. Quanto ao preço, seria algo entre R$ 5 e R$ 10 milhões.

 

Gustavo Gómez, Libertad-PAR, zagueiro, 20 anos

Revelação do Libertad, da seleção paraguaia e na mira de clubes da Europa, Gómez é um negócio possível para o Atlético. O defensor foi oferecido ao Cruzeiro, mas as negociações não avançaram. Apesar do interesse europeu, seus empresários gostariam de ver o atleta atuando no futebol brasileiro, e o atual campeão da Libertadores seria uma boa vitrine. O Atlético precisaria desembolsar cerca de R$ 5 milhões para contratar o zagueiro que seria uma aposta, mas uma boa aposta. Afinal, Gómez já demonstrou qualidade e chegaria em um setor onde o Galo precisa de reforços.

 

Luiz Alberto, Boavista, zagueiro, 36 anos

O defensor já defendeu o Atlético entre 2003 e 2004, tem muita experiência e foi bem em 2013 com o Atlético-PR. Apesar disso, seu empréstimo não foi renovado e ele voltou ao Boavista. Pela idade avançada, não seria uma transferência cara. É mais jogador e mais experiente do que o limitado Edcarlos, que foi contratado pelo Galo. Seria um bom reforço.

 

Cortez, São Paulo, lateral-esquerdo, 26 anos

Cortez se destacou no Botafogo e chegou a jogar pela seleção brasileira, no entanto, decepcionou no São Paulo e no Benfica-POR. O Tricolor Paulista quer emprestar o jogador, que é alvo de alguns clubes brasileiros. O empresário do atleta, Flávio Trivella, declarou ao Super FC que Cortez está mais próximo do futebol carioca e interessa ao Fluminense e ao Botafogo, no entanto, nada está fechado. Trivella ainda disse que o Galo não procurou o jogador, mas acredita que o time mineiro seria um bom destino para Cortez.

Sem jogadores para a posição, e com Paulo Autuori precisando improvisar Dátolo na função, Cortez seria uma boa contratação e uma aposta válida. Se o Atlético apostou em Pedro Botelho, que foi mal em seus últimos clubes e tem episódios de indisciplina, por que não apostar em Cortez, que além de bom jogador, não teria custos de transferência inicialmente?

 

Kleber, sem clube, lateral-esquerdo, 33 anos

Jogador que tem muita experiência, já conquistou a Libertadores e defendeu a seleção brasileira, Kleber poderia ser a solução para a lateral-esquerda alvinegra. Sem clube desde dezembro, já que não renovou seu contrato com o Internacional, o jogador está na mira de alguns clubes do futebol brasileiro, que não foram revelados por seu empresário, Gilmar Veloz. O agente confirmou o interesse do Atlético ao Super FC, mas disse que não passou de um interesse por enquanto. Dono de bons cruzamentos e qualidade técnica, além de ter facilidade para defender e atacar, Kleber seria um bom reforço, principalmente pelo fato do Galo não ter nomes para o setor.

 

Marc Crosas, Santos Laguna-MEX, 26 anos, meio-campista

O espanhol Marc Crosas seria uma excelente contratação para o Atlético. O jogador é o que os ingleses chamam de "box-to-box midfielder", o meia que atua de uma intermediária à outra, tendo qualidades defensivas e ofensivas. Crosas é cria da base do Barcelona, já defendeu Lyon-FRA, Celtic- ESC, Volga-RUS e está no time mexicano desde 2012. Com um bom passe, visão de jogo, boa técnica e experiência internacional, Crosas poderia ser titular na vaga de Josué e está em seu último ano de contrato com o Santos. Como o meia não tem demonstrado muito interesse em renovar, os mexicanos podem aceitar um negócio sem valores exorbitantes, visto que, caso segurem o espanhol, podem perdê-lo de graça em dezembro.

 

Rafael Guardera, Universitario-PER, 20 anos, meia

Habilidoso e muito criativo, Guardera seria uma boa aposta para o Atlético. Destaque do Universitario, o meia já foi elogiado por vários jornais europeus e é considerado uma das grandes promessas do futebol sul-americano. No entanto, mesmo com toda a badalação, seu valor de mercado não é muito alto. Guardera seria um bom reforço e uma excelente aposta em um jogador de qualidade e talento, com baixo custo. Além disso, o meia chegaria sem muita pressão, já que não desbancaria, pelo menos no começo, Tardelli ou Fernandinho. Ele começaria no banco e poderia ser titular futuramente.

 

Leandro Romagnoli, San Lorenzo-ARG, meia, 32 anos

Camisa 10 do San Lorenzo, Romagnoli é um dos destaques do time. Bom meio-campista, articulador, e muito experiente, ele foi fundamental no título do Inicial Argentino 2013 para o Ciclón. Poderia ser um bom reserva para o Atlético no meio-campo e não é caro.

 

Júlio dos Santos, Cerro Porteño-PAR, meia, 30 anos

Muito experiente, com uma Copa do Mundo disputada pela seleção paraguaia nas costas e várias Libertadores, Júlio dos Santos é polivalente. Ele pode atuar como volante, segundo volante e terceiro homem de meio-campo. O jogador ainda tem muito vigor, bom passe e visão de jogo, e poderia ser titular na meia-cancha alvinegra na vaga atualmente ocupada por Josué. O jogador do Cerro Porteño tem um preço acessível para o Galo e seria uma aposta interessante.

 

Daniel Güiza, Cerro Porteño-PAR, atacante, 33 anos

O avante espanhol é experiente, já rodou pela Europa, e tem como principais qualidades a velocidade e a boa finalização. Atualmente no Cerro Porteño, poderia ser uma boa sombra para Jô. Preço bem acessível para o Alvinegro de Minas.

 

Carlos Quintero, Santos Laguna-MEX, 26 anos, atacante

Jogador de muita velocidade e habilidade, Quintero seria uma boa alternativa principalmente durante a ausência de Luan, que se recupera de contusão. Desde 2009 no Santos Laguna, ele já declarou que deseja ter novas experiências. O Galo não pagaria uma barganha no jogador, mas vale o investimento.

 

*com supervisão de Leandro Cabido

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000