Thiago Nogueira
01/12/19
03h00

Decisão

Vitória para afastar o risco de queda

Ainda correndo risco matemático de rebaixamento, Galo pega Corinthians no Independência

Thiago Nogueira
01/12/19 - 03h00

Não dá mais para adiar. O Atlético ainda corre riscos de rebaixamento e precisa, de uma vez por todas, de uma vitória hoje, às 18h, contra o Corinthians, no Independência, pela 35ª rodada do Brasileirão. A torcida já perdeu qualquer resquício de paciência que ainda guardava. 

O time alvinegro tem 42 pontos, seis a mais que o rival Cruzeiro, 17º colocado, o primeiro time do Z-4. Restam apenas três rodadas para o fim da competição nacional. Depois do jogo de hoje, a agenda atleticana tem pela frente o Botafogo, na próxima quarta-feira, no Mineirão, e o Internacional, no domingo que vem, no Beira-Rio.


“Achávamos que na sequência de Goiás, Fortaleza e Chapecoense liquidaríamos a fatura. Mas o futebol é imprevisível. Espero um jogo duríssimo neste domingo. O Corinthians melhorou bastante após a entrada do Coelho no comando técnico da equipe. Mas espero que o Atlético seja o Atlético dos grandes jogos”, afirmou o técnico Vagner Mancini.

Decepcionante

O Galo, na verdade, faz um dos piores Campeonatos Brasileiros da era pontos corridos de sua história. E olha que a equipe chegou a liderar o torneio por uma rodada (a terceira) e a frequentar o G-4, ainda sob o comando de Rodrigo Santana no início da competição. O time ganhou os três primeiros compromissos do torneio, uma mera ilusão.

No segundo turno, o Atlético somou apenas 15 pontos em 16 partidas, aproveitamento de 31,3%, um rendimento que o coloca entre os quatro piores do returno. Já são quatro jogos sem vitória, com três empates e uma derrota, incluindo o revés no Mineirão, para o Athletico-PR.

Com apenas dois triunfos em dez partidas no comando, Mancini, contratado para tirar o Galo do sufoco, está pressionado por não conseguir fazer o time render. Ele não deve ficar para 2020, mas tenta pelo menos um encerramento digno de trabalho.

Reforços

Se quiser, o técnico Vagner Mancini pode até repetir a formação da equipe que jogou contra o Bahia, na última quarta-feira, com Luan atuando mais recuado. O treinador, no entanto, também conta com o retorno do volante Zé Welison, que cumpriu suspensão diante dos baianos. O titular Jair, que saiu durante a citada partida, não está no seu melhor ritmo. O treinador também tem à disposição o volante Elias e o meia-atacante Chará, já recuperados de lesão. 
Mas, como eles nem chegaram a ser relacionados no último compromisso, se começarem entrando em campo logo de cara, seria até uma surpresa para a torcida alvinegra.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000