Gláucio Castro
@superfcoficial
17/09/19
07h00

Cinefoot

"Azul Escuro" recebe prêmio de melhor curta em mostra especializada

Filme retrata a vida de 'Seu' Lúcio, um torcedor cego apaixonado pelo Cruzeiro e que vive no interior do Amazonas

Filme retrata história de torcedor cego do Cruzeiro que vive no Amazonas — Foto: Divulgação Cinefoot
Gláucio Castro | @superfcoficial
17/09/19 - 07h00

Quando descobriram a história do ‘Seu’ Lúcio, um cruzeirense apaixonado e deficiente visual que mora no interior do Amazonas, alguns profissionais da comunicação de Belo Horizonte logo se apaixonaram. O resultado deste encantamento imediato se transformou no curta “Azul Escuro”, premiado na 10ª edição do Cinefoot, festival de cinema voltado exclusivamente para produções sobre futebol e realizado na última semana em Belo Horizonte.

Resumir em 23 minutos a paixão deste morador da pequena Novo Airão, a cerca de 200 quilômetros de Manaus, não foi fácil. Consumiu praticamente um ano entre produção, filmagem e edição do grupo Coletivo 1921, formado por profissionais dos setores de comunicação e audiovisual da capital, que se dedica a contar histórias dos torcedores do Cruzeiro.

A conquista do prêmio de Melhor Curta da mostra foi a coroação do trabalho da equipe de seis pessoas que passou uma semana mergulhada em terras amazonenses em companhia do personagem. Seu Lúcio esteve, inclusive, no lançamento em Belo Horizonte em janeiro, e se emocionou, mesmo distante, ao saber da notícia do prêmio no último domingo.

“A história dele por si só é muito interessante e emociona. A paixão dele pelo Cruzeiro impressiona. Ele tem todas as fichas técnicas desde 1921, e todos os detalhes anotados. ‘Azul Escuro’ reflete a paixão do Seu Lúcio pela camisa celeste e é um filme para a torcida cruzeirense”, comemora o jornalista Bruno Mateus, de O TEMPO, um dos produtores do curta premiado.


Mateus também lembra que a produção de “Azul Escuro” só foi possível porque mais de 300 torcedores participaram da campanha de financiamento coletivo lançada pelo grupo, finalizada em dezembro de 2017. Após conquistar seu primeiro prêmio, o curta se prepara para voos mais altos. O filme será exibido no Festival de Cinema de Milão, em outubro. “Eterno, Capítulo Incontestável”, que conta com produção de alguns integrantes do Coletivo 1921, também será exibido na cidade italiana. A película retrata a Família Ribeiro, que em 1997 foi de Kombi ao Mineirão para acompanhar o jogo entre Cruzeiro e Villa Villa, que reuniu 132 mil pessoas no estádio. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000