Daniel Ottoni
@dottoni
06/08/20
18h38

VAR e capacidade

Tombense quer mandar final na Zona da Mata, mas deve parar no regulamento

Equipe tinha prazo até o final da última rodada da primeira fase para que seu estádio fosse homologado para utilização do VAR

Estádio do Tombense não tem capacidade mínima para receber final do Estadual — Foto: Renan Muniz - Caldense
Daniel Ottoni | @dottoni
06/08/20 - 18h38

A presença do Tombense na final do Campeonato Mineiro poderia dar ao time da Zona da Mata o direito de fazer o jogo de volta dentro de casa. Isso porque a equipe se classificou na liderança ao final da primeira fase, tendo a vantagem de ser mandante na última partida do campeonato. 

Depois de tal vantagem não conseguir ser usada nas semifinais, o time de Tombos estuda a chance de jogar em casa a grande decisão. "A final em nosso estádio vai depender da FMF. Sabemos da questão do VAR, que teria que ser homologado. Estamos vendo isso e acredito que temos tempo, uma vez que o primeiro jogo da final está marcado para o dia 26. Seria algo inédito e com certeza valorizaria todo o futebol do interior, ainda mais diante do Atlético, um time com grandes jogadores", comenta Lane Gaviole, presidente do time. 

O que deve impedir tal objetivo é a obrigação de que os estádios das semifinais e das finais estejam homologados para utilização do VAR. O prazo para tal autorização era até a última rodada da fase de classificação e a Federação Mineira de Futebol (FMF) não recebeu nenhuma informação, neste sentido, do Tombense. A tendência é que a FMF mande os dois jogos da final em Belo Horizonte. A confirmação deve acontecer nos próximos dias. 

Capacidade

Outro fator que impede o Tombense de mandar o segundo jogo da final no Almeidão, em Tombos, é a capacidade do estádio ser de três mil pessoas. O regulamento informa que o estádio da final precisa ter capacidade mínima de 10 mil pessoas. A pandemia e a ausência de público no estádio não interferem na decisão. Caso tivesse o interesse em jogar a final em outro local, o Tombense também teria que ter informado a FMF com antecedência, o que também não aconteceu. Uma opção para a equipe é procurar o Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais. Os dois jogos contra o Atlético estão marcados para os dias 26 e 30 de agosto. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000