Serginho do Vôlei
@otempo
23/10/21
03h00

Serginho do Vôlei

A construção do início de uma temporada

Prioridade é vitória sempre, sem meias palavras!

Serginho do Vôlei | @otempo
23/10/21 - 03h00

O que passou e o que está por vir! Em uma temporada, a construção é muito importante. Já viraram clichês frases do tipo “vamos virar a página”, “vamos pensar no próximo jogo”, “não era nossa prioridade” e “estamos focados em tal campeonato”. Balela! Papo-furado! Não me lembro de ser orientado a diminuir o rendimento ou de ser poupado porque o campeonato não era prioridade durante os anos em que passei no clube mais vitorioso do Brasil e um dos mais vitoriosos do mundo, o Sada Cruzeiro. Prioridade é vitória sempre, sem meias palavras. 

Esse discurso polido não diz nada relevante. Fato é que cada time tem um objetivo na temporada, uns brigando pelo topo, outros no meio da tabela buscando surpreender, e a galera do fundão brigando para não cair. Três situações que ilustram o tema de hoje: as finais do Campeonato Paulista, tanto no masculino quanto no feminino, tinham uma “zebra”. Para os que ficaram fora da final é um começo de temporada estressante e de cobrança por resultado, imagino eu. Gera também falta de confiança, que só é conquistada com bons resultados. Sendo assim, Osasco e Campinas vêm embalados, Guarulhos e Barueri com moral, e Bauru e Sesi na pressão.

Por aqui, em Minas Gerais, esperava-se um duelo equilibrado entre Praia e Minas. Duas finais em menos de sete dias, e a próxima e mais importante acontecerá no Sul-Americano, que está sendo disputado em Brasília e é porta de entrada para o Mundial. Quem ganhar embarca para a Turquia. 

O Praia vem de duas vitórias expressivas sobre o time de Belo Horizonte, um 3 a 0 em casa, no Mineiro, e um 3 a 0, em Santa Catarina, pela Supercopa. Confesso que não esperava. Dá tempo para recuperar a excelência e levar o Sul-Americano ou veremos mais um jogo dominado pelo time de Uberlândia? Torcedores minastenistas irão dizer: “perdeu porque o Minas teve vários casos de Covid e prejudicou o andamento da temporada”. Concordo! Porém, não há muito tempo para treinar e colocar o time a ponto de bala como terminou a temporada anterior, e Uberlândia vem “gastando a bola” e ganhando sem dificuldade. 

Voltamos ao início da coluna, quando citei resquícios de uma derrota e falta de confiança contrastando com euforia por um início de temporada com duas finais e duas medalhas douradas no bolso. Minas tem bola e elenco para crescer durante a temporada, e do dia para a noite será difícil entrosar e derrubar um time que está em ascensão. Ah, outra coisa, em um futuro próximo, ninguém lembra quem perdeu e qual o motivo da derrota. Lembramos apenas do campeão, infelizmente!

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000