Thiago Nogueira
@superfcoficial
25/06/19
08h00

Boletim financeiro

Borderôs da Copa América detalham altas despesas e prejuízos em jogos

Detalhes da arrecadação mostram quais são os custos da Conmebol em cada partida; Mineirão é alugado por R$ 350 mil por partida

Em algumas partidas, como no duelo entre Bolívia e Venezuela, no Mineirão, a Conmebol distribuiu ingressos para pessoas carentes — Foto: Cristiane Mattos
Thiago Nogueira | @superfcoficial
25/06/19 - 08h00

Em respeito ao Estatuto do Torcedor, a Conmebol vem publicando o borderô de todas as partidas da Copa América no Brasil. Os boletins financeiros das dez primeiras partidas já estão disponíveis no site da competição.

Apesar de rendas milionárias, a entidade sul-americana tem tomado prejuízo em algumas partidas, especialmente, por causa das altas despesas. Dos jogos que já se tem o detalhamento, três ficaram no negativo: Venezuela x Peru, na Arena do Grêmio, com R$ 861 mil, Paraguai e Catar, no Maracanã, de R$ 1,3 milhão, e Uruguai e Equador, no Mineirão, de R$ 1,6 milhão. Em todas essas partidas, o público não superou 20 mil pessoas.

De toda forma, nas outras sete partidas, a Conmebol obteve rendas líquidas consideráveis. Considerando lucros e prejuízos, a Copa América rendeu R$ 27,8 milhões limpos para a entidade nos dez primeiros jogos, sendo R$ 16,1 milhões apenas na partida de abertura entre Brasil e Bolívia.

Para cada jogo, a Conmebol tem uma série de despesas, como serviços de operação do estádio, segurança, brigadista, alimentação, credenciamento, decoração, sinalização, ambientação para áreas de convidados, locação de estruturas temporárias, confecção de ingresso e controle de acesso, iluminação e sonorização das salas de coletivas, recepcionistas, tradução simultâneas, radiocomunicação, impressão, tecnologia, entre outras.

A Conmebol paga, por exemplo, quase R$ 27 mil por jogo ao Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), responsável pela arrecadação e distribuição dos direitos autorais, entre outros impostos, como o ISS. Em Salvador e no Rio, também há taxa para bombeiros e policiamento.

Os estádios foram alugados para a competição sul-americana. No Morumbi, no Mineirão e no Maracanã, o aluguel custa R$ 350 mil. Na Arena Fonte Nova e na Arena do Grêmio o custo de aluguel é de R$ 250 mil.

O COL informou, em nota divulgada após o jogo de abertura, que a venda de ingressos é uma das fontes de receita para cobrir as despesas da Copa América Brasil 2019, que está sendo realizada com recursos 100% privados. Além dos ingressos, a outra fonte de recursos é o repasse, pela Conmebol, de parte da receita dos direitos de TV e dos patrocínios.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000