HENRIQUE FREDERICO
Siga em: twitter.com/super_fc
09/03/11
23h45

VACILO CELESTE

Cruzeiro perde muitas chances e fica no empate sem gols com o Tupi

Com o resultado, a Raposa chegou aos 13 pontos e assumiu a segunda colocação na tabela, atrás do América que possuiu melhor saldo, sete contra seis

Com o resultado, a Raposa chegou aos 13 pontos e assumiu a segunda colocação na tabela, atrás do América que possuiu melhor saldo, sete contra seis — Foto: CRISTIANO TRAD/O TEMPO
HENRIQUE FREDERICO | Siga em: twitter.com/super_fc
09/03/11 - 23h45

Mesmo jogando bem e criando muitas oportunidades de gols, o Cruzeiro parou no goleiro Rodrigo e ficou no empate em 0 a 0 com o Tupi, na noite desta quarta-feira, no estádio radialista Mário Helênio, em partida antecipada pela décima rodada do Campeonato Mineiro. O time estrelado pressionou muito, mas o camisa 1 do adversário teve uma grande atuação e segurou o ataque cinco estrelas.

Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 13 pontos e assumiu a segunda colocação na tabela, atrás do América que tem o mesmo número de pontos mas com ganha no saldo de gols, sete contra seis. Por sua vez, o Tupi ultrapassou o Villa Nova e chegou ao G-4 do estadual, com nove pontos.

Montillo, que jogou apenas o primeiro tempo, acertou o travessão duas vezes, sendo uma numa cobrança de pênalti desperdiçada pelo argentino.

O técnico Cuca barrou dois jogadores que vinham sendo titulares no Cruzeiro. O atacante Wellington Paulista, que nem foi relacionado para a partida, e o lateral-esquerdo Diego Renan deixaram a equipe para a entrada de Thiago Ribeiro e Leandro Guerreiro, respectivamente.

Outros dois jogadores também não puderam jogar. O lateral-direito Pablo, suspenso, foi substituido por Rômulo, enquanto que Everton entrou no lugar de Roger, poupado por sentir dores na panturrilha esquerda.

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, às 16 h, para enfrentar o Democrata-GV, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Já o Tupi recebe a Caldense, no estádio radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora.

O jogo

Vislumbrando a liderança do Estadual, o Cruzeiro começou pressionando o Tupi e criou duas excelentes oportunidades nos setes primeiros minutos da partida. Aos cinco min, Leandro Guerreiro fez excelente lançamento para Thiago Ribeiro na esquerda, que avançou e bateu cruzado. A bola tocou no zagueiro e foi para a linha de fundo com muito perigo. Dois minutos depois, Henrique arrancou pela esquerda e cruzou para trás, para Montillo, que estava livre. O camisa 10 celeste pegou de primeira, mas a bola foi fraca e parou nas mãos do goleiro Rodrigo.

Aos 13 min, Montillo recebeu passe de Everton na esquerda, cortou para o meio e chutou forte de fora da área. A bola foi tocar o travessão de Rodrigo, que nada podia fazer no lance. No início, o time da Zona da Mata criava pouco e tentava levar perigo à meta celeste com contra-ataques rápidos aproveitanto o espaços deixado por Rômulo, na direita.

O jogo seguia aberto, com as duas equipes buscando criar jogadas pelas laterais. Em uma bobeada do lado esquerdo da defesa celeste, a bola sobrou para Marcel que bateu cruzado para grande defesa de Fábio, que evitou o primeiro gol da partida com uma intervensão à queima-roupa, aos 22 min.

A Raposa voltou a tomar as rédeas da partida e chegou com perigo ao gol defendido por Rodrigo por duas vezes em um pequeno espaço de tempo. Aos 24 min, Montillo tocou para Wallyson na direita que cruzou rasteiro para Thiago Ribeiro. Mas antes de a bola chegar ao camisa 11 celeste, o goleiro do Galo Carijó pulou para fazer grande defesa. Um minuto depois, Thiago Ribeiro recebeu na esquerda e chutou forte para outra grande defesa do guarda-metas do Tupi, que mandou para a linha de fundo.

O time cinco estrelas voltou a levar perigo ao gol de Rodrigo aos 34 min, com Wallyson. O artilheiro do time na temporada recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e chutou forte para a defesa do camisa 1 da equipe alvinegra, que mandou para a linha de fundo, em outra bela intervenção.

Aos 40 min, Wallyson, que atuava bem aberto pela esquerda, foi lançado, invadiu a área e foi derrubado por Paulo Roberto. O árbitro Alicio Pena Júnior marcou pênalti. Um minuto depois, Montillo bateu forte no canto direito superior de Rodrigo e a bola bateu no travessão. Foi a segunda penalidade desperdiçada pelo camisa 10 estrelado desde que ele chegou à Toca da Raposa. No ano passado, ele perdeu uma cobrança na derrota para o Atlético, por 4 a 3, no clássico do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Sem um jogador atuando de maneira fixa no ataque, o time comandado por Cuca mostrou muita mobilidade no setor e levou muito perigo ao gol do Tupi no primeiro tempo.

No retorno para o segundo tempo, Cuca foi obrigado a sacar Montillo, que sentiu dores no joelho esquerdo. Em seu lugar, o treinador colocou o atacante André Dias e o Cruzeiro passou a atuar no esquema 4-3-3. Mas nos primeiros minutos, foi o Tupi que pressionou e levou perigo ao gol de Fábio.

Mas aos 8 min o primeiro tento da partida não saiu por milagre. Após boa trama do ataque celeste, Everton recebeu na área e chutou cruzado. Rodrigo fez boa defesa e a bola passou bem próxima da trave esquerda, mas não saiu para a linha de fundo. Esperto, Wallyson ficou com o rebote e tocou para o Everton, que bateu de primeira. Contudo, Paulo Roberto, quase em cima da linha, se jogou no lance e impediu o gol.

O jogo caiu muito de rendimento no segundo tempo e os ataques das duas equipes não conseguiram fazer o placar sair do zero.

TUPI 0 X 0 CRUZEIRO

Motivo: décima rodada do Campeonato Mineiro
Local: estádio radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora
Data: 09/03/2011
Árbitro: Alicio Pena Júnior
Gols: -
Público: 4.349 pagantes
Renda: R$ 60.880,00

Cartões amarelo: Leandro Guerreiro, Rômulo,  Mauricio Victorino e Thiago Ribeiro (Cruzeiro); Assis, Yan e Claudinho Baiano (Tupi)

Tupi
Rodrigo, Leonardo (Wesley Ladeira), Fabrício Soares, Paulo Roberto; Felipe Cordeiro, Assis, Marcel, Michel Cury (Evandro) e Claudinho Baiano (Evandro Teixeira); Michel e Yan.
Técnico: Leonardo Condé

Cruzeiro
Fábio; Rômulo (Dudu), Victorino, Gil e Everton; Leandro Guerreiro, Henrique, Marquinhos Paraná (Farías) e Montillo (André Dias); Wallyson e Thiago Ribeiro.
Técnico: Cuca

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000