Josias Pereira
@josiaspereira
25/09/20
23h29

O calvário continua

Cruzeiro perde para o Avaí e dá novo vexame em casa pela Série B

Raposa, mais uma vez, apresentou dificuldades na criação, no último passe e na conclusão, sendo castigado pela inoperância

Cruzeiro acabou sofrendo mais uma derrota em casa pelo Brasileirão da Série B — Foto: Ramon Bittencourt / O Tempo
Josias Pereira | @josiaspereira
25/09/20 - 23h29

O Avaí não vencia há quatro jogos no Campeonato Brasileiro da Série B, até que teve o Cruzeiro pela frente. Mais uma vez, o time estrelado encontrou um adversário em momento de dificuldade e muitas incógnitas. Mas a fase ruim da equipe celeste se sobrepôs e o resultado foi uma nova derrota - a segunda sob o comando de Ney Franco - para os catarinenses por 1 a 0. Foi, inclusive, a primeira vitória do Avaí sobre o Cruzeiro no Mineirão em toda a história. Outra adaga aplicada na etapa final após uma partida de muito controle da posse de bola e pouquíssima precisão. 

O Cruzeiro segue estacionado com oito pontos na tabela de classificação, vivendo perigosamente o flerte com a zona de rebaixamento. Vai terminar a rodada secando Guarani, CSA e Oeste, equipes que podem ultrapassar a Raposa na tabela e jogar o time de Ney Franco de volta no Z-4. 

O jogo 

Ter o controle da posse de bola não é garantia no futebol, principalmente quando é visível as dificuldades do time no aspecto criativo. Isso se enquadra ao Cruzeiro. A Raposa terminou o primeiro tempo com 66% da posse de bola, e mesmo que as estatísticas apresentem 11 finalizações para a Raposa, a maioria dos arremates não levaram perigo ao goleiro Lucas Frigeri. Muitas tentativas de finalização de fora da área, pouca inteligência no último passe. Os erros são conhecidos. Se repetem. Não à toa, o time celeste possui apenas 11 gols em 11 rodadas na Série B. 

O início da etapa final não mudou a dinâmica celeste. Ter o controle, rodar, tocar, girar e não se encontrar. As mudanças no time até aconteceram. Tentativas de jogar com Thiago e Moreno no ataque, Régis entrando em campo e Maurício deixando o gramado. Em pelo menos três lances, o Cruzeiro tem o direito de questionar a decisão da arbitragem em pênaltis não assinalados. Algumas oportunidades aconteceram, lances que realmente constatavam aquele misto de falta de sorte com ansiedade e também qualidade. 

E nesse roteiro conhecido, o torcedor conhece o fim. Castigo. Depois de mudar boa parte da sua linha ofensiva, o Avaí conseguiu fazer aquilo que o Cruzeiro, o dono da posse de bola não fez, o gol. Aos 33 minutos, Getúlio recebeu na esquerda, passou por Cacá e cruzou na segunda trave. Lá estava Pedro Castro, que passou nas costas de Matheus Pereira para fazer o gol do Avaí. 

Próximo compromisso 

O Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira, dia 30, às 19h15, quando encara a Ponte Preta. Já o Avaí terá o rival Figueirense, na terça-feira, dia 29, na Ressacada, pela 12ª rodada do Brasileirão da Série B. 

Escreva um comentário
Comentar

Ver todos
Fechar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000