Josias Pereira
@josiaspereira
30/10/20
08h00

Sem beneficiamento

Diretor do Cruzeiro garante não ter mais 'empresário amigo' na base

Gustavo Ferreira ainda declarou que comissionamento a procuradores só acontece em caso de uma futura venda

Sub-20 do Cruzeiro comemora gol diante do Palmeiras, pelo Brasileiro da categoria — Foto: Pedro Vale / Cruzeiro
Josias Pereira | @josiaspereira
30/10/20 - 08h00

Muito se questiona sobre a política de captação de jogadores para a base do Cruzeiro. Como os garotos chegam ao clube, se eles são contratados de forma transparente ou ainda se existe uma disposição do clube em adquirir atletas de apebas um grupo de procuradores. Mas Gustavo Ferreira, diretor executivo do setor na Raposa garantiu, em live nessa quinta-feira, que não existe mais 'empresário amigo' dentro do clube, salientando ainda a inexistência de favorecimento ou predileção para esse ou aquele jogador de determinado agente. 

"Não tem empresário amigo no Cruzeiro desde que eu cheguei. Todos os empresários, captadores, parceiros, são bem-vindos. Todos os contratos são, não digo nem públicos, mas para todos verem. Não existe isso mais dentro do  Cruzeiro. Enquanto eu estiver no Cruzeiro, eu te garanto, falo no olho de cada torcedor cruzeirense, não tem favorecimento, joga quem é melhor. Quem é melhor dentro e fora. Quem joga bem e honra a camisa. Eu não vou permitir que se acha que é o maior do clube. Isso aí eu tem autonomia do nosso presidente. O que tem do passado, eu não vou discutir. Hoje para aprovar atletas no Cruzeiro é uma comissão de 10, eu só tenho um voto", declarou o dirigente. 

Ainda no campo dos empresários, Gustavo apontou que o clube não vem exercendo mais a prática de comissionamento para agentes quando os atletas chegam ao clube. Isso só acontece em caso de uma venda futura. É a tentativa do clube de evitar ações lesivas em contratos ainda na parte baixa da pirâmide do futebol. 

"Temos hoje uma política clara de comissionamento para empresário. Hoje nenhum atleta veio com comissionamento, só se houver uma futura venda. Eu me orgulho disso", citou o executivo. 

"Hoje é tudo muito claro, minha porta está aberta. Na minha sala trabalham cinco pessoas junto comigo. Não recebo empresário sozinho, não tem esse negócio de comissão, pode auditar que está claro e transparente. Comissionamento só se o atleta for vendido, jamais ao longo do contrato com o Cruzeiro", complemenou Gustavo Ferreira. 

Em junho deste ano, o Cruzeiro criou uma comissão independente para analisar os contratos 'porventura arquivados e atrelados a jogadores da base', uma resposta do clube a uma nova denúncia de cessão e divisão de direitos econômicos envolvendo o garoto Estevão Willian, o 'Messinho'. 

Diretor já trabalhou com Deivid

O executivo foi contratado nesta temporada, substituindo Ricardo Drubscky, que passou a ser o então diretor de futebol do Cruzeiro, deixando o trabalho com as categorias de base. Ele já exerceu a função de gerente da base do Jabaquara. As categorias menores do time paulista eram comandadas pela Deivid Sports, empresa de propriedade de Deivid, ex-atacante e agora diretor executivo do futebol profissional do Cruzeiro. Gustavo também já foi supervisor das categorias de base do Ceará. 

"Fizemos um levantamento administrativo, financeiro,  jurídico e de pessoal para iniciar o trabalho. Nós encontramos um déficit de pessoas de mais de 40 funcionários, tanto na parte de manutenção, de limpeza, de cozinho, e hoje estamos começando a trazer esses profissionais, mas dentro da política do clube. Sem aumentar custo, os profissionais que estão chegando, estão também entendendo que é necessário fazer um esforço neste momento para logo mais adiante ter uma recompensa financeira. Dentro desse balanço, nós fizemos custo fixo, custo variável, que as categorias não tinham. Hoje nós sabemos quanto custa cada funcionário dentro do clube. Nós sabemos custo por categoria, custo por departamento, sabemos quanto custa cada água, temos um controle para cada nota fiscal que entra dentro do Cruzeiro ser revisada, checada. Temos um controle de tudo que acontece hoje dentro do CT", garantiu Gustavo, ao explicitar o trabalho de levantamento que sua administração fez sobre a base do Cruzeiro e as carências de pessoal na Toquinha. 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000