Josias Pereira
@supernoticiafm
03/03/19
16h36

Objetivo

Henrique: capitão do Cruzeiro vai em busca da Libertadores que lhe falta

Volante celeste vê equipe amadurecida com as experiências que o time enfrentou nos mata-matas das duas últimas Copa do Brasil

Josias Pereira | @supernoticiafm
03/03/19 - 16h36

Já são quase 10 anos de Henrique no Cruzeiro contando suas duas passagens pelo clube. Neste período, o atleta acumula em seu currículo cinco Mineiros com a Raposa, além de duas Copas do Brasil, dois títulos brasileiros e o Torneio de Verão no Uruguai, mas ainda falta algo ao capitão. Conquistar a América. Ele esteve muito próximo disso em 2009, quando fez o gol que abriu o placar na dolorosa derrota para o Estudiantes por 2 a 1, na decisão em pleno Mineirão. 

"Sempre falta (um título), falta a Libertadores, o Mundial, vários títulos ainda para a gente", comenta o atleta. 

Quando defendeu o Santos, Henrique chegou no elenco que havia conquistado a Libertadores em 2011, ele chegou a disputar o Mundial de Clubes, mas o Peixe foi derrotado pelo Barcelona por 4 a 0 na decisão. 

Na próxima quinta-feira, em Buenos Aires, o atleta inicia junto com o Cruzeiro a luta pela Libertadores. E a promessa do atleta, assim como todo o elenco, é de concentração total para deixar o quase de lado dessa vez. 

"É difícil a gente falar o que falta. Todo ano entramos com o intuito de vencer, mas a gente sabe que não é tão fácil. Essa competição é bastante disputada. A gente entra com o pensamento de conquistar, mas o adversário também. As dificuldades são grandes. Esperamos que lá no final conquistemos esse objetivo tão desejado por todos nós", salienta o volante, que teve seu contrato renovado com o Cruzeiro até o fim de 2020. 
 
O que Henrique vê no Cruzeiro desta temporada em relação ao último ano é uma certeza compartilhada por todo o elenco. As experiências em competições do perfil da Libertadores e Copa do Brasil trouxeram maturidade ao elenco. Chegou a hora de colocar isso à prova logo na estreia contra o Huracán, no estádio El Palacio, em Buenos Aires, nesta quinta-feira. 

"A gente vem jogando dois anos consecutivos de forma parecida com a competição, claro que tem a fase de grupos que é preciso se classificar primeiro, mas o jogo de mata-mata estamos habituados. Tivemos (na Copa do Brasil) boas vitórias, boas conquistas, esperamos ter nesta competição (Libertadores) esse êxito. A maturidade da equipe mostrou isso, mostrou que é capaz. Entramos já sabendo o que fizemos, o que podemos fazer, porque o ano passado nós sofremos também, então a gente espera que esse ano possamos dar a volta por cima e que a conquista chegue até nós", disse o capitão do Cruzeiro, esperançoso com um bom resultado. 

"A gente sempre está preparado para todas as circunstâncias, de chegar mesmo se houver derrota ou vitória, a cabeça e o foco são os mesmos. Nós sabemos da importância e estamos acostumados, vivenciamos isso a cada instante. A gente vai forte, como o Cruzeiro sempre foi, sempre vai", concluiu Henrique.  

 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000