Daniel Ottoni*
DE CONGONHAS
18/08/13
15h57

moutain bike

Depois de ladeiras, muita lama e suor, Congonhas conhece os campeões de etapa da Copa Internacional

Henrique Avancini e Isabella Lacerda pedalaram por mais de duas horas antes da bandeirada final, quando muitos preferiram se jogar ao chão a comemorar

Lacerda atingiu 60 pontos no ranking da competição com o triunfo em Congonhas — Foto: Divulgação/Copa CIMTB
Daniel Ottoni* | DE CONGONHAS
18/08/13 - 15h57

*Repórter viajou a convite da organização

O desgaste que os atletas que participaram da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike tiveram na sexta-feira com o uphill pouco se comparou com o ‘sofrimento’ vivido neste domingo na maratona. Enquanto os profissionais encararam 57km, os amadores tiveram um percurso de 38km para superar.

Entre os atletas da elite, Henrique Avancini e Isabella Lacerda ficaram com o título, somaram 60 pontos no ranking da competição e confirmaram a liderança do torneio, faltando apenas uma etapa, que acontecerá entre 4 e 6 de outubro na Costa do Sauípe (BA). “Na maratona, muita coisa pode acontecer e cada atleta reage de uma forma. Fui com a cara no vento mesmo e vi alguns concorrentes se revezando atrás de mim. Foi minha primeira vitória em Congonhas e agora parto motivado para a última etapa, que vai acontecer em um lugar diferente. Espero que essa escolha possa ajudar, ainda mais, para democratizar a modalidade”, destaca Avancini, que teve problemas durante a prova.

“Sofri uma colisão com um atleta de uma categoria amadora. Na maratona, é preciso estar atento e existe, realmente, esse risco. A diferença de velocidade da gente para eles é grande e às vezes, isso traz problemas. Depois que caí, tentei ir com mais calma para não sobrecarregar a bike e o meu físico”, detalha.

Lacerda, que passou mal na sexta-feira após ficar em segundo no Desafio da Ladeira – tendo que ser atendida pela ambulância – também comemorou muito a vitória. “Foi difícil e ficou claro que o nível do mountain bike feminino no Brasil está crescendo. Essa concorrência estava meio apagado e agora estamos vendo uma realidade diferente. Antes da prova, torci muito para nâo ter nenhum imprevisto. Ano passado, aqui mesmo em Congonhas, um pneu furou e quando passei pelo mesmo local, até arrepiei. Graças a Deus nada aconteceu comigo nem com a bike e pude chegar na frente. Agora é partir para o título no Sauípe”, relata a atleta. Após receber a bandeirada final, ela não teve forças nem para atender o pedido do fotógrafo para fazer pose levantando a bicicleta. “Aí, é demais”, brincou.

Exaustão e alegria

A expressão dos competidores era bem diferente na largada e chegada. Antes do sinal ser dado aos competidores, muito animação entre os participantes de várias categorias, que foram da mirim até para senhores com mais de 80 anos, mostrando a variedade do evento.

Na largada, alguns com menos condições, mas muito motivados, preferiram empurrar a bike. Afinal, as primeiras pedaladas já aconteciam em uma subida íngreme, que já mostrava os desafios que seriam encontrados. Na chegada, muitos também resolveram empurrar a companheira, tamanho o cansaço. O importante era completar a prova e ganhar sua medalha de participação.

Após mais de duas horas de prova, muitos nem pensaram em comemorar e logo desabaram no chão. Alguns gritavam, enquanto outros encontravam força para levantar a bicicleta sobre os ombros. Mesmo sujos de barro e suor, os participantes deram uma bela mostra de amor e comprometimento ao esporte.

A maratona teve um sabor especial para muitos, que tiveram a oportunidade de competir em um evento de verdade, que teve os passeios dos finais de semana anteriores como uma boa forma de preparação. Muitos já contam as horas para embarcar para a primeira etapa do evento fora de Minas Gerais, onde muitos novidades aguardam por quem comparecer.
 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000