Recuperar Senha
Fechar
Entrar
Sérgio Sette Câmara
Presidente atleticano explicou motivo da demissão de Oswaldo de Oliveira
Foto: Douglas Magno - 17.8.2017
Enviar por e-mail
Imprimir
Wallace Graciano | @SuperFC
09/02/18 - 13h24

Uma tragédia anunciada. Assim foi tratada a queda do técnico Oswaldo de Oliveira do comando do Atlético. Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (9), na Cidade do Galo, a alta cúpula alvinegra, representada pelo presidente, Sérgio Sette Câmara, e pelo o diretor de futebol, Alexandre Gallo, foi uníssona afirmar que a única motivação para a dispensa do treinador foram os resultados recentes, e que o atrito com o repórter da rádio Inconfidência Léo Gomide nada teve a ver com a situação.

“A queda foi exclusivamente técnica. Entendemos que contratamos um time bom, que veio com aval do treinador, mas não apresentou bom futebol. Aliás, quem está jogando bem no Brasil? Ninguém, ainda. Mas sentimos que a evolução não estava ocorrendo. A evolução não veio durante o caminho e preocupou muito o último jogo, porque não tomamos as rédeas da partida. O próprio jogo contra a Patrocinense isso não ocorreu. Sempre sou favorável a uma continuidade, até porque sou oriundo de treinador. Porém, para isso acontecer, deveria ter uma melhora jogo a jogo. O que não ocorreu. Foi preciso mudar”, enfatizou Gallo.

O diretor de futebol aproveitou para elogiar o bom trabalho de Oswaldo no Atlético e que esperava que ele não saísse magoado do clube.

Roberto Abras e Wallace Graciano falam sobre a demissão de Oswaldo de Oliveira

“Sentimos muito pela pessoa, pelo amigo, que temos de longa data. Mas, a gente entendeu que é um momento exato para fazer essa troca. Entendemos o profissional, sabemos de seu caráter, é um técnico íntegro, experiente, e essa situação precisa ser dividia com todos. Todos entendem que está na hora desse crescimento”, afirmou Gallo.

Antes da coletiva, segundo Gallo, houve uma conversa com os jogadores para explicar o momento e dividir atribuições.

“Conversamos bastante com eles. Todos precisam estar cientes de suas responsabilidades. Mostramos que essas mudanças são inevitáveis e algumas vezes precisamos tomar decisões que nos frustram”, completou o diretor de futebol.

avatar
Li e aceito os termos de utilização
Cadastre-se para poder comentar
Fechar

EXPLICOU

Diretoria do Atlético diz queda de Oswaldo foi exclusivamente técnica
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório