Daniel Ottoni
@supernoticiafm
27/08/18
13h51

Entre os melhores do planeta

Henrique Avancini fecha no top 5 temporada histórica da Copa do Mundo

Resultado aquém na última etapa não impediu que brasileiro desse ao país posição histórica no mountain bike

Resultados expressivos deram ao brasileiro a segunda posição no ranking mundial — Foto: Bartek Wolinski
Daniel Ottoni | @supernoticiafm
27/08/18 - 13h51

A temporada do brasileiro Henrique Avancini, na Copa do Mundo de mountain bike, terminou de uma forma muito positiva, mesmo com ele não alcançado o resultado desejado em La Bresse, na França. Depois de ficar em terceiro lugar no short track, Avancini teve problemas com a lama no cross country, principal prova da disputa, que o fez terminar longe do pódio, na 17ª posição. Mesmo assim, ele não deixou de figurar entre os cinco primeiros colocados na classificação geral. 

Avancini terminou o evento em quarto lugar graças aos resultados inéditos que conquistou, em sequência, em boa parte das provas. Foram vários resultados que um brasileiro nunca havia feito, o que culminou na presença histórica de um representante do país no top 5 ao final de todas as etapas. 

“É um dia em que as sensações ficam misturadas, mas não dá para deixar de considerar que foi uma temporada de Copa do Mundo histórica para mim, para o MTB brasileiro e também latino-americano. O objetivo principal da temporada era ter consistência nas partes física, mental e técnica. E eu tive. Foi um ano em que eu tirei para aprender a correr na frente e fico feliz com o saldo. Além de terminar no pódio, a satisfação é a de que evoluí muito para chegar aqui", comemorou.

Mesmo largando em terceiro lugar, Avancini não teve um rendimento regular e precisou encarar com sabedoria um resultado aquém do que esperava. Ele fez questão de ressaltas seus melhores momentos na temporada, que o colocam em pé de igualdade com alguns dos principais nomes do mundo.

“Fiz um ano muito consistente. Foram três pódios de short track, dois pódios de XCO e pouquíssimas vezes fora do top 10. Tenho de curtir o momento, pois é especial para a nossa história. Foi um ano fantástico. Vi as pessoas se envolvendo de um jeito diferente com o esporte. Elas estavam acompanhando as transmissões ao vivo, torcendo e vibrando. Esse é o maior legado que eu posso deixar: criação de uma cultura esportiva”, declara. "A temporada ainda não acabou, tenho ainda grandes compromissos", lembra.

Avancini agora ruma para a Suíça para a disputa da Copa do Mundo, que vai acontecer entre 5 e 9 de setembro na cidade de Lenzerheide. No ano passado, ele ficou em quarto nesta competição. “Vou continuar trabalhando, pois tenho muita lenha para queimar. Tenho bastante margem para melhorar. Cheguei aqui por trabalho duro, tentando, e assim que vamos seguir em frente”, garante. 

 

 

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000