FOLHAPRESS
@SUPER_FC
18/05/15
13h25

NOVAS FÃS

Filipinho já rouba 'marias-parafinas' de Medina

Com a derrota do atual campeão mundial, as fãs passaram a torcer por Toledo, vencedor da etapa Rio nesse domingo

Esta foi a segunda vitória de Filipinho em 2015. Ele venceu também a etapa que abriu o campeonato neste ano, em Gold Coast, na Austrália — Foto: Reprodução/ Facebook
FOLHAPRESS | @SUPER_FC
18/05/15 - 13h25

Ao longo da semana, elas gritaram e até choraram por Gabriel Medina, 21, durante a etapa do Rio do Mundial de surfe, na praia da Barra da Tijuca.

Porém, com a eliminação precoce do surfista, que perdeu na terceira rodada para o havaiano Keanu Asing, 21, na sexta-feira (15), as "Medinetes" mudaram de nome neste domingo (17), último dia do evento: passaram a se chamar "Filipetes".

Apesar do sol, das boas ondas e de alguns dos melhores surfistas do planeta no mar, as fãs que agora dizem gostar dos dois surfistas deixaram tudo isso em segundo plano.

Elas chegaram em grupo, "armadas" com papel, caneta, câmeras fotográficas e a esperança de conseguir um autógrafo ou uma selfie de Filipe Toledo, 20, que conquistou o título da etapa neste domingo.

"Não saio daqui enquanto eu não conseguir uma foto com ele. Já tirei de longe, mas quero uma com ele do meu lado", dizia a estudante Gabriela Nunes, 15, fã de Medina, mas que gritava por Toledo.

Outra admitia nem saber o que é um aéreo, uma das manobras mais radicais do surfe, que é quando o atleta salta sobre a onda. E é uma das especialidades de Filipinho.

"É quando o cara leva um tombo?", perguntou a estudante Isabela Corrêa, 16, que suava com o calor, mas não saía de perto do alambrado para tentar um autógrafo do surfista.

Depois da bateria final contra o australiano Bede Durbidge, 32, Filipinho era constantemente chamado pelas fãs, que não arredavam os pés da praia da Barra da Tijuca.

"Já tenho um autógrafo do Medina. Agora quero o do Filipinho. Ele é muito bonito também", disse a estudante Carolina Giunti, 15.

MAIS RICO

Com o título conquistado no Rio, Filipinho embolsou US$ 100 mil (cerca de R$ 300 mil). Ele é, agora, o surfista mais rico da temporada. Já faturou US$ 224 mil (R$ 670 mil).

Esta foi a segunda vitória do paulista em 2015. Ele venceu também a etapa que abriu o campeonato neste ano, em Gold Coast, na Austrália.

Ao todo, Filipinho já ganhou US$ 772,4 mil (R$ 2,3 milhões) no circuito. Medina, por sua vez, tem US$ 1,2 milhão (R$ 3,7 milhões) em prêmios.

---

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000