Gabriel Moraes
@gabrieumoraes
07/10/21
05h00

Caracas

Brasil encara a lanterna Venezuela para manter os 100% nas Eliminatórias

Jogo está marcado para às 20h30 (de Brasília), desta quinta-feira (7)

Tite iniciou preparação em Bogotá, na Colômbia — Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Gabriel Moraes | @gabrieumoraes
07/10/21 - 05h00

Começa nesta quinta-feira (7) mais uma rodada tripla das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar de 2022. O Brasil, líder absoluto da competição com 24 pontos em oito jogos, vai a Caracas encarar a lanterna Venezuela, que tem apenas quatro, com o objetivo de manter os 100% de aproveitamento.

Para esta partida, marcada para às 20h30 (de Brasília), o técnico Tite vai com um time alternativo, devido a desfalques e rodagem de elenco. Alisson pode perder a vaga para Ederson no gol, mas é pouco provável. Danilo deve ser mantido na lateral-direita, assim como Thiago Silva e Marquinhos na zaga.

Na lateral-esquerda, Guilherme Arana, do Atlético, vai ganhar a sua primeira chance como titular da seleção principal, no lugar de Alex Sandro. No meio, Casemiro foi cortado devido a um problema de saúde – entra Fabinho, que vai fazer dupla com Gerson, mantido.

Na armação, Everton Ribeiro e Lucas Paquetá serão os responsáveis por levar a bola aos atacantes, Gabriel Jesus, que estava fora do time desde a Copa América, e Gabigol, outro mantido. Neymar está suspenso.

O técnico Tite iniciou a preparação para os próximos jogos em Bogotá, na Colômbia, onde os atletas foram se apresentando aos poucos no decorrer desta semana. Treinos foram os primeiros com a presença da imprensa desde o início da pandemia. Na tarde dessa quarta-feira (6), a delegação viajou para Caracas.

Na última coletiva, realizada pelo atacante Antony, de 21 anos, revelado pelo São Paulo e que está no Ajax, ele disse que estar na seleção é um sonho. Podendo entrar no decorrer do jogo, o medalhista de ouro nas Olimpíadas de Tóquio falou que está na sua melhor fase.

“Estou vivendo o melhor momento da minha carreira. Poder realizar o sonho de vestir a Amarelinha é muito gratificante para mim e minha família. Eu sou um jogador que trabalha muito. Não tenho pressa de esperar o meu momento.  Tenho muitas metas para esse ano. Conquistar títulos, crescer cada vez mais aqui na Seleção, sempre com humildade”, disse.

O volante Douglas Luiz, do Aston Villa, chamado para o lugar de Casemiro, vai se apresentar apenas em Barranquilla, na Colômbia, onde o Brasil pega o time da casa, no domingo (10), às 16h. Depois, será a vez do Uruguai, no dia 14, na Arena da Amazônia.

Venezuela

O mal momento vivida pela seleção, que tem Soteldo como craque e está sem Savarino, do Galo, e Otero, ex-alvonegro, não explica-se só pelo lado de dentro do campo. A federação passa por uma crise financeira e institucional. Em agosto, o técnico português José Peseiro pediu demissão do comando alegando estar com 14 meses de salário atrasado.

O interino, Leonardo González, que esteve à frente do time nos três últimos jogos – derrotas para Paraguai, Argentina e empate com o Uruguai – divide seu cargo com o de treinador do Deportivo Lara, segundo colocado da chave "Central" do Campeonato Venezuelano.

Em entrevista ao site ge.globo, ele comentou a situação. "É verdade que se apresenta um momento difícil para nós. José Peseiro preferiu não continuar e isso provocou um desequilíbrio, Venezuela teve de procurar um técnico de última hora. As pessoas que agora estão à frente da federação estão assumindo dívidas e problemas, mas vão honrar os compromissos, são pessoas sérias, que chegaram há dois ou três meses. Tenho certeza que a seleção vai melhorar quando solucionar os problemas financeiros", afirmou.

Ele também explicou o que tem tentado fazer para melhorar a equipe "La Vonotinto". "Perdemos pontos em casa, em alguns jogos criamos pouco ofensivamente, mas estou chegando agora. Tenho tratado de dar nível ao time, tentando jogar mais no campo adversário e trazendo gente jovem. Na rodada anterior, estreamos quatro ou cinco jogadores que foram vice-campeões mundiais sub-20. Estamos apostando em gente nova, para, quem sabe, deixar um número mais amplo de opções para o processo de formação da equipe para o futuro", afirmou ao ge.

FICHA TÉCNICA

O quê: Brasil x Venezuela
Motivo: 10ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas
Onde: Estádio Olímpico de la Universidad Central de Venezuela
Quando: quinta-feira, 7 de outubro de 2021, às 20h30 (de Brasília)
Arbitragem: Kevin Ortega (PER), Michael Orue (PER) e Jesus Sanchez (PER); VAR: Eber Aquino (PAR)
Transmissão: TV Globo e SporTV
Provável Venezuela: Graterol; Hernández, Chancellor, Ferraresi e Oscar González; Moreno, José Martínez e Soteldo; Córdova, Eric Ramírez e Hurtado. Técnico: Leonardo González
Provável Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Guilherme Arana; Fabinho, Éverton Ribeiro, Gerson e Lucas Paquetá; Gabigol e Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000