agência estado
@super_fc
06/10/13
11h49

vale muito

Sob pressão, Flamengo e Vasco fazem duelo tenso no Mané Garrincha

Rivais cariocas estão brigando na parte inferior da tabela do Brasileirão

Dorival Júnior tenta salvar o Vasco do rebaixamento — Foto: MARCELO SADIO/ VASCO.COM.BR
agência estado | @super_fc
06/10/13 - 11h49

Flamengo e Vasco devem levar um bom público ao estádio Mané Garrincha, neste domingo, às 16 horas. Isso pela rivalidade entre os dois grandes do Rio de Janeiro e pela novidade do clássico, pela 26.ª rodada, tão próximo para muitos moradores de Brasília e cidades vizinhas. Já o futebol que vêm apresentando no Campeonato Brasileiro não os credencia a atrair torcedores mais exigentes. Os dois clubes ainda estão sob ameaça de rebaixamento - o risco do Vasco é maior -, embora haja um esboço de reação de ambos na competição.

Essa possível reviravolta é mais nítida no Flamengo, que obteve duas vitórias consecutivas pela primeira vez no Brasileirão - venceu Criciúma e Coritiba - e agora tenta somar nove pontos em três rodadas, exatamente sobre seu principal rival. O técnico Jayme de Almeida ficou na vaga de Mano Menezes e foi efetivado até o final do ano. Ele tinha passado pela experiência de interino em duas outras situações ainda nesta competição.

Tem sido bem aceito pelos jogadores e torcedores. Mas o problema do Flamengo não é o técnico. O time sofre com carências em todos os setores. Tem conseguido algum sucesso graças a boas atuações de Hernane, André Santos e Elias. Neste domingo, o time atua desfalcado do goleiro Felipe, que extraiu dois dentes durante a semana e sofreu um pequeno processo inflamatório. Vai ceder a vez a Paulo Victor, que esteve bem no jogo contra o Coritiba.

No Vasco, Dorival Júnior respirou um pouco mais aliviado depois da vitória sobre o Internacional por 3 a 1, na última quinta-feira, em Macaé. Aquele jogo definiria o destino de um dos dois técnicos em ação. E foi realmente o que aconteceu, com a demissão de Dunga. Se o Vasco tivesse perdido, Dorival Júnior provavelmente estaria hoje longe de Brasília.

O Vasco também tem o mesmo problema do tradicional adversário: um elenco limitado. O veterano Juninho Pernambucano tem sido obrigado a jogar mais vezes do que deveria para ajudar o time. Isso aumenta a possibilidade de uma lesão muscular, mas, mesmo assim, ele se dedica ao grupo na tentativa de salvar o clube do descenso. Dakson, contundido, está fora do clássico. O atacante André entra no lugar dele.

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000