Daniel Ottoni
@superfcoficial
14/11/19
07h00

Pronta pra tudo

Líbero do Dentil Praia Clube recebe elogios após entrar bem em 'fogueiras'

Laís, de 23 anos, tem se acostumado a dar conta do recado em momentos que chegam sem aviso

Laís foi comandada por Paulo Coco também no Itambé Minas — Foto: Flávio Tavares
Daniel Ottoni | @superfcoficial
14/11/19 - 07h00

Com apenas 23 anos, a líbero Laís tem recebido diversas oportunidades já neste começo de temporada, algo que não aconteceu com frequência nas duas temporadas anteriores no Dentil Praia Clube. Aproveitando a lesão na panturrilha de Suelen, considerada a titular, a ex-atleta do Itambé Minas tem dado conta do recado, recebendo elogios de Paulo Coco, treinador do time de Uberlândia. 


Antes da estreia da Superliga, nesta quarta-feira, quando venceu o Valinhos (SP) por 3 a 0, o Praia já havia conquistado três taças em poucos dias (Desafio Minas x Rio, Supercopa e Campeonato Mineiro), com a defensora sendo parte importante deste bom começo. O segundo jogo no torneio nacional acontece nesta sexta-feira, em casa, contra o São Cristóvão Saúde São Caetano (SP), às 21h30, com transmissão do Sportv. 

"Ela trabalhou comigo no Minas, vem evoluindo a cada temporada. No ano passado, participou pouco, mas só entrou em 'fogueiras'. Mesmo assim, foi aprovada com louvor nas situações em que participou. Confiamos muito nela, que nos dá uma tranquilidade de termos duas líberos em condições de jogo. Podemos optar por qualquer uma que estaremos bem servidos. Ela ainda tem muito para melhorar, principalmente no levantamento. Ela tem uma personalidade de tranquilidade, que é algo importante para sua posição. Até pela idade, ela tem potencial para evoluir e fazer uma carreira brilhante. Acho que o Brasil terá uma grande líbero no futuro", comenta Coco. 

Quando jogou pelo Minas, Laís foi 'premiada' com uma situação que não estava no script ao substituir a titular Leia durante uma semifinal de Superliga. Na oportunidade, ela também foi bem, mostrando sua condição de não sentir a pressão. "A vida de atleta é essa, precisamos estar preparadas sempre, buscando evoluir a cada dia. O Praia montou um elenco que precisa de todas em alto nível a todo momento, sabendo que teremos muitos campeonatos pela frente. Nosso grupo é forte, com condição de ganhar tudo", conta. 

Passo atrás

Na temporada 2016/2017, depois de defender o Minas, Laís optou por se transferir para o Sesi Vôlei (SP), em uma temporada que não lhe deu a evolução que poderia acontecer. "Ela não teve a continuidade no seu trabalho e isso a fez regredir um pouco dentro de um elenco renovado. Ela teve pouco tempo de quadra, acho que acabou percebendo que precisava investir mais na parte técnica. Menos mal que aceitou o desafio de ir para o Praia na temporada seguinte", lembrou o treinador, feliz de poder contar no seu elenco com uma jogadora que conhece bem e que mostra talento e vontade para encarar os desafios de frente. 

 

Escreva um comentário
Comentar

Leia também:

Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000