Daniel Ottoni
@dottoni
22/10/20
22h24

É campeão!

Vôlei: Minas 'sobra' diante do Praia e recupera título do Mineiro para BH

Equipe de Uberlândia esteve irreconhecível na maior parte do duelo, tendo pela frente um adversário mais eficiente

Minas voltou a ter título que veio pra capital em 2017 e 2018 — Foto: Divulgação - Praia Clube
Daniel Ottoni | @dottoni
22/10/20 - 22h24

O Itambé Minas recuperou o título do Campeonato Mineiro feminino de vôlei, que estava nas mãos do rival Dentil Praia Clube. O maior clássico do Estado aconteceu nesta quinta-feira, na decisão do campeonato, com o time de BH sendo premiado pela superioridade diante de um dos maiores investimentos do pais. A vitória de 3 a 1 veio de virada (22/25, 25/15, 25/12 e 25/22).

As duas primeiras parciais vencidas pelo Minas não deixam dúvidas sobre a superioridade na maior parte do duelo, que tinha tudo para ser mais equilibrado. O Praia sofreu com altos e baixos na recepção e no ataque, que não permitiram um resultado diferente. O técnico Paulo Coco fez várias mudanças durante todo o jogo, sem ter muito sucesso. Já o Minas, mais consistente, concentrado e errando pouco, aproveitou bem as oportunidades para abrir vantagens e 'matar' o jogo. 

A levantadora Macris voltou a abusar das jogadas de velocidade e das 'chinas' com suas centrais, suas marcas registradas que a fazem ser uma das melhores do mundo em sua posição. A boa presença defensiva do Minas criou diversos contra-ataques, que logo viravam bolas no chão praiano. Outro destaque foi a oposta norte-americana Danielle Cuttino, que dá suas credenciais a cada partida para mostrar que será uma referência ao longo da temporada.

O time de Uberlândia, que não teve a presença da ponta Fernanda Garay no torneio, terá que 'juntar os cacos' antes de pensar na sequência da temporada. 

Em torneio de tiro curto, a dupla fez bem o dever de casa ao vencer os dois duelos anteriores e chegar para o encerramento do jogo com a expectativa de uma grande jogo. Um esperado equilíbrio, no entanto, acabou não se confirmando. 

Praia bem, somente no primeiro set

O Praia começou melhor, mais bem postado na defesa. Os pontos de bloqueio ajudaram na vantagem de 10 a 6, que logo perdeu força. O Minas foi melhorando com o decorrer da parcial, conseguindo equilibrar as ações e o placar no momento decisivo, quando o jogo esteve igual nos 22 pontos. Foi com maior eficiência no ataque que o Praia saiu na frente. 

O Minas devolveu com tudo o que tinha de direito no segundo set. O equilíbrio pouco durou e, a partir da metade do set, o Minas sobrou, tendo o dobro de pontos das adversárias. O Praia não se encontrou e viu o placar escapar muito antes do que esperava. Foi questão de tempo para o empate ser confirmado. 

O time de BH seguiu impiedoso no terceiro set, deixando o Praia atordoado em quadra. Pouca coisa funcionava para o time da casa, que não tinha estabilidade na recepção nem eficiência nas viradas de bola. O Minas aproveitava para abrir largas vantagens como no 10 a 4 e 16 a 6, fazendo o técnico Paulo Coco, do Praia, buscar mudança simples de levantadoras e ponteiras. Nada adiantou para impedir a virada minastenista. 

No quarto set, a transmissão voltou no meio da parcial e mostrou um placar muito favorável ao Minas no 14 a 8. O que poderia ser uma mão e meia no caneco se transformou em dúvida quando o Praia reagiu quando igualou nos 21 pontos. Quando deveria mostrar agressividade, o time da casa voltou a apresentar os erros recorrentes para ver o título escapar e se contentar com o vice. 

Os dois times, agora, focam suas atenções no Super Vôlei, marcado para acontecer entre 28 e 31 de outubro no CT de Saquarema (RJ). Após o primeiro torneio nacional, chega a hora de disputar a Superliga com estreias marcadas para o dia 10 de novembro. O Minas pega o São Caetano (SP) fora de casa e o Praia visita o estreante São José dos Pinhais (PR). 

Brasília em 3º

Na disputa de terceiro lugar, encontro de convidados. O Brasília (DF) passou pelo Renata Country Club Valinhos (SP) por 3 a 0 (25/19, 25/10 e 25/18) para se despedir do torneio com uma única vitória. O time do Distrito Federal estará presente na Superliga, com estreia marcada para o dia 10 de novembro, fora de casa, contra o Sesc Flamengo (RJ). As paulistas se preparam para a Superliga B. 

ESCALAÇÕES

Praia Clube:  Claudinha, Martinez, Walewska, Carol, Buijs, Mari Paraíba e Suelen. Entraram: Jiniery, Lyara, Michelle, Monique. Técnico: Paulo Coco

Minas: Macris, Cuttino, Gattaz, Thaisa, Kasiely, Pri Daroit e Leia. Entraram: Pri Heldes, Mesquita . Técnico: Nicola Negro
 

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000