Daniel Ottoni
@dottoni
26/10/21
21h03

Taça na bagagem

Vôlei: Sada Cruzeiro passa bem pelo Funvic Natal e fatura o tetra da Supercopa

Equipe celeste mandou no jogo contra adversário que chegou para o duelo com apenas uma partida realizada neste começo de temporada

Daniel Ottoni | @dottoni
26/10/21 - 21h03

Depois de quatro anos, o título da Supercopa masculina de vôlei volta a ser do Sada Cruzeiro. Na noite desta terça-feira, o time celeste chegou ao segundo título neste começo de temporada ao vencer o Funvic Natal Educacoin (RN) por 3 a 0 (25/22, 25/15 e 25/22) na cidade de Várzea Grande (MT). Foi a quarta vez que a Supercopa chega para o elenco do Barro Preto, com as conquistas anteriores vindo entre 2015 e 2017. 

O time nordestino era, até a última temporada, o Taubaté, que precisou mudar de sede depois de problemas financeiros e administrativos envolvendo a prefeitura da cidade do interior paulista.

Fazendo apenas seu segundo jogo na temporada, o Funvic teve muitos problemas contra o adversário, que vem de campanha de título no Campeonato Mineiro, além de dois amistosos contra o Montes Claros América. Com mais volume de jogo e menos erros, o Cruzeiro foi construindo a vitória, mas sendo exigido para jogar em bom nível.

O Funvic tinha no experiente levantador Murilo Radke uma das suas principais referências, assim como o ponta cubano Elian, que estava no vôlei italiano. No entanto, a falta de ritmo ficou visível com erros em excesso, que não foram perdoados. 

Parte da vitória cruzeirense passou por 'caçar' Elian, que comprometeu na recepção, sofrendo com o saque celeste, que o procurava a todo momento. Na hora de atacar, Elian correspondeu, mostrando a força da ilha tão costumeira para jogadores da região.

O Funvic buscava o triunfo por meio do saque, sabendo do poderio ofensivo dos mineiros com o passe na mão do levantador Cachopa. Mas o time nordestino abusou dos erros diante de um adversário bem postado e eficiente, principalmente nos contra-ataques. 

Depois de um primeiro set mais equilibrado, o Cruzeiro teve mais tranquilidade nas duas parciais seguintes, conseguindo abrir boas vantagens para ficar cada vez mais perto do tetra. O 3 a 0 só foi confirmado depois de uma reação do Funvic no final do confronto, que exigiu precisão dos atuais campeões mineiros. 

O ataque da Raposa esteve afiado nos braços de Wallace, López e Rodriguinho. O time azul agora pensa na 2ª rodada da Superliga masculina, no sábado, dentro de casa, contra o Vôlei Renata. 

ESCALAÇÕES

Sada Cruzeiro: Cachopa, Alan, Isac, Otávio, López, Rodriguinho e Lukinhas. Técnico: Filipe Ferraz

Natal: Murilo Radke, Krauchuck, Patrick, Brito, Elian, Fabio e Thales. Entraram: Rodrigo, Ludergats . Técnico: Javier Weber

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

Escreva um comentário
Comentar
Log View
Vem ser Premium!
Seja Premium
Salve matérias
Você poderá salvar as matérias para ler quando e onde quiser.
Matérias Premium
Veja as matérias exclusiva para usuários premium.
Notificações
Receba notificações de novas matérias do seu time do coração.
Av. Babita Camargos, 1645 - Contagem Minas Gerais - CEP: 32210-180
+55 (31) 2101-3000