Por Trás da Linha de Frente

Fernanda Porto

Fernanda, psicóloga do Hospital São Francisco, teve Covid e sentiu na própria pele a sensação de medo que os pacientes têm em relação à doença. Segundo ela, como a doença se manifesta de forma singular em cada organismo, o maior medo é de não saber como será o dia de amanhã. “Ter a oportunidade de ter contato se tornou muito mais precioso”, destaca a psicóloga.

facebook
twitter
whatsapp
Comentar a matéria
Fechar barra
Notamos que você está com o seu bloqueador de anúncios ativo.
Considere desativar o bloqueador de anúncios ou assinar para nos auxiliar a continuar com um jornalismo de qualidade.