Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Vigie Aqui

Projeto quer ajudar eleitor a acompanhar políticos de perto

Ele faz o monitoramento de processos envolvendo o presidente, cinco ex-presidentes, 81 senadores, 513 deputados federais e 27 governadores

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
ds
Ferramenta de consulta pública pretende estimular voto consciente
PUBLICADO EM 18/06/17 - 03h00

Na tentativa de engajar os brasileiros no processo eleitoral de 2018, o instituto Reclame Aqui lançou, há cerca de dois meses, o projeto Vigie Aqui, que, por meio da instalação de um plug-in, possibilita ver em destaque, durante a navegação em qualquer site, os nomes de políticos com pendências na Justiça.

Basta o internauta navegar normalmente, e, sempre que o nome de um político condenado, processado ou investigado aparecer, o sistema o grifará de roxo. Ao passar o mouse por cima do nome, é possível conferir a ficha do político, consolidada a partir de informações oficiais que constam nas várias esferas do Judiciário.

Segundo o fundador e presidente do instituto, Maurício Vargas, que é também o idealizador do Vigie Aqui, a intenção é ajudar a população a votar de forma consciente: “O projeto foi motivado por um sentimento de indignação, somado à necessidade de oferecer informação e transparência”.

Hoje, o Vigie Aqui faz o monitoramento de processos envolvendo o presidente, cinco ex-presidentes, 81 senadores, 513 deputados federais e 27 governadores, mas a ideia é expandir para ministros e deputados estaduais. Para isso, o instituto firmou uma parceria com a PUC do Paraná, que tem treinado alunos para alimentar o sistema.

Desde o lançamento, 15 mil plugins foram baixados, e o objetivo é chegar a 2 milhões até a eleição de 2018. Segundo Vargas, já há a informação de que um ministério do governo federal está tentando proibir a instalação em suas dependências: “O projeto já está incomodando”.

O que achou deste artigo?
Fechar

Vigie Aqui

Projeto quer ajudar eleitor a acompanhar políticos de perto
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (2)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter