Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Em Ouro Preto

Pimentel fala em 'espetacularização' de investigadores da Lava Jato

"Não um processo justo. Há uma condenação previa, um clamor de vingança...", acrescentou o governador de Minas investigado em duas operações

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fernando Pimentel
Fernando Pimentel na entrega da Medalha da Inconfidência, em 21 de abril de 2017
PUBLICADO EM 21/04/17 - 12h42

O governador Fernando Pimentel fez hoje uma analogia entre a perseguição dos investigados em esquemas de corrupção e os dois líderes homenageados, Tiradentes e Nelson Mandela, em seu discurso na cerimônia de entrega da Medalha da Inconfidência, em Ouro Preto.

O petista, investigado nas operações Acronônimo e Lava Jato, disse que ambos os líderes foram vítimas de perseguições políticas respaldadas por processos parciais, “onde a violência e o desrespeito se ocultam através de ações espetaculosas nas quais as intenções de justiçamento e não Justiça ficam cada dia mais evidentes”, comparou.

O discurso de Pimentel veio a calhar um dia após o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, em depoimento ao juiz Sergio Moro, confirmar que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o dono do tríplex no Guarujá, imóvel supostamente dado a Lula como propina.

“Tiradentes foi protagonista involuntário de um espetáculo e não de um processo justo. Foi protagonista da busca ardilosa de uma expiação calculada, feita mais para encobrir que para revelar, feita mais para distrair a razão do que para iluminá-la, feita, enfim, para condenar previamente e não buscar a verdade”, discursou Pimentel.

Este ano, o Grande Colar, mais alta honraria entregue na cerimônia, foi concedida (in memorian) ao ex-presidente da África do Sul. Pimentel citou a luta de Mandela pela igualdade e Justiça e os 27 anos de prisão do líder sul-africano. “Um exemplo de firmeza e cautela, altivez e resistência, Mandela soube forjar com serenidade e determinação, repleto de sentimentos de Justiça uma estratégia única na história do nosso tempo, a fim de vencer as mais infames barreiras erguidas contra sua nação”, afirmou.

O que achou deste artigo?
Fechar

Em Ouro Preto

Pimentel fala em 'espetacularização' de investigadores da Lava Jato
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

comentários (7)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter