Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Transmissão

Quarenta e cinco rádios mineiras assinam termo para migração do AM/FM

Minas é o Estado do Brasil que tem o maior número de rádios que farão a mudança; o ministro Gilberto Kassab participou do evento, realizado na Academia Mineira de Letras nesta sexta-feira (24)

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
evento de migração das rádios
PUBLICADO EM 24/03/17 - 12h31

Quarenta e cinco emissoras de rádio de Minas Gerais deram na manhã desta sexta-feira (24) um passo decisivo no processo de migração de suas transmissões do AM para o FM. Em evento na sede da Academia Mineira de Letras, na capital, os radiodifusores assinaram com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) o termo aditivo que garante a mudança de faixa. O ministro Gilberto Kassab participou do evento.

Para os radiodifusores, a migração do AM para o FM atende uma reivindicação antiga. “Com o nosso sinal em FM, vamos eliminar as interferências que o som do AM inevitavelmente sofre, até mesmo em cidades menores, e garantir mais qualidade para os nossos ouvintes”, afirmou o diretor da Rádio Teófilo Otoni, Elmo Pechir. A emissora, que está no ar há 67 anos, agora se prepara para as alterações técnicas que precisarão ser feitas para a operação em FM.

“O AM hoje é uma faixa que já não tem grandes audiências e sofre muito por não ter conseguido acompanhar a evolução técnica que temos hoje. Portanto, a migração é um momento muito especial para nós de Minas Gerais”, comemorou Emanuel Carneiro, presidente da Rede Itatiaia de Rádio, a maior empresa do setor em Minas, cujas emissoras de Ouro Preto, na região Central de Minas, e de Timóteo, no Vale do Aço, assinaram a outorga ontem.

Minas é o Estado do Brasil que tem o maior número de rádios que farão o processo de migração do AM para o FM: 45 assinaram ontem o termo aditivo, 26 já haviam migrado, 20 estão acertando a documentação e outras 22 aguardam apenas o canal estendido do FM, que será liberado após o encerramento do sinal analógico das emissoras de TV. “Ganha o cidadão, que vai ter uma comunicação e um serviço de maior qualidade e ganham as rádios que passam a ter mais eficiência”, afirmou o ministro Kassab.

Representando o governador Fernando Pimentel no evento, o secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo, destacou que o rádio tem um papel preponderante na prestação de serviços ao público e que tem grande influência cultural na vida das pessoas. “Os avanços, como este que vivenciamos hoje, são fundamentais para a vida socioeconômica e cultural da população. A migração vai garantir um sinal mais nítido e mais qualidade para o rádio mineiro”, disse o secretário.

SEGUNDA CHANCE. Em todo o país, há cerca de 10 mil emissoras de rádio em funcionamento. Desse total, 1.780 operam em AM – 70% fizeram o pedido de migração. As rádios que não se mobilizaram para a mudança ainda poderão ter uma segunda chance. Gilberto Kassab afirmou que a situação está sendo analisada pelo MCTIC. “Existe um estudo da Secretaria de Radiodifusão (do ministério) para que o prazo possa ser reaberto”, adiantou o ministro. Ele, entretanto, não falou em prazos para que o levantamento seja finalizado.

LISTA DAS RÁDIOS QUE ASSINARAM O TERMO DE MIGRAÇÃO
Rede Vitoriosa – Araguari
Rádio Globo – Barbacena
Rádio Serra – Boa Esperança
Rádio Clube – Bocaiúva
Rádio Buritis – Buritis
Rádio Clube – Campo Belo
Rádio Cultura – Cássia
Rádio Congonhas – Congonhas
Rádio Cidade – Corinto
Rádio Candidés – Divinópolis
Rádio Fronteira – Fronteira
Rádio Globo – Governador Valadares
Rádio Cidade – Guanhães
Rádio Itabira – Itabira
Rádio Club – Itaúna
Rádio Jacutinga – Jacutinga
Rádio Tropical – Lagoa da Prata
Rádio Tropical – João Pinheiro
Rádio Central – Monte Alegre de Minas
Rádio Muriaé – Muriaé
Rádio Sociedade – Oliveira
Rádio Itatiaia – Ouro Preto
Rádio Santa Cruz – Pará de Minas
Rádio Mineira do Sul – Passa Quatro
Rádio Independência – Passos
Rádio Sociedade – Passos
Rádio Patos – Patos de Minas
Rádio Clube de Patos – Patos de Minas
Rádio Capital do Triângulo – Patrocínio
Rádio Difusora – Piranga
Sistema Cariris – Pirapora
Rádio Cultura – Poços de Caldas
Rádio Difusora – Poços de Caldas
Rádio Paranaíba Maximus – Rio Paranaíba
Rádio Sacramento – Sacramento
Rádio Ouro Verde – São Sebastião do Paraíso
Rádio D2 – Santa Rita do Sapucaí
Rádio Teófilo Otoni – Teófilo Otoni
Rádio Itatiaia – Timóteo
Rádio Tropical – Três Corações
Rádio Ubaense – Ubá
Rádio Difusora – Uberaba
Rádio Uberlândia – Uberlândia
Rádio Montanhesa – Vazante
Rádio Líder - Viçosa

O que achou deste artigo?
Fechar

Transmissão

Quarenta e cinco rádios mineiras assinam termo para migração do AM/FM
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter