Recuperar Senha
Fechar
Entrar

INTERVENÇÕES

O futuro promete mais cultura na Savassi

Projetos propõem readequação do espaço e miram atividades artísticas na região

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Memória. “Experimento Savassi” propõe resgate do projeto original do Cine Pathé
Projetos propõem readequação do espaço e miram atividades artísticas na região
PUBLICADO EM 10/05/12 - 16h58

Este sábado marca o fim das obras de revitalização da praça Diogo de Vasconcelos, na Savassi – resultado de mais de um ano de mudanças físicas, controvérsias e prejuízos para o comércio local. Mas este pode não ser o fim das intervenções no bairro. Ainda que apenas em fase de estudos ou no papel, há mais projetos que propõem mudanças urbanísticas e paisagísticas na região. Em comum, reflexões sobre mudanças no aproveitamento do espaço pela população e o reforço das atividades culturais na região. 

Em vias de sair do papel, o projeto Via Albuquerque quer fazer da rua Antônio de Albuquerque uma Oscar Freire mineira, atraindo comércio de luxo. Mas quer ir além da famosa rua da capital paulista. “Nós queremos que a Savassi se torne um bairro criativo e a Via Albuquerque será uma rua criativa”, diz o cirurgião-dentista Néslon Galizzi, idealizador do projeto. A ideia tomou forma em 2005, com a ajuda de um amigo arquiteto e o posterior encaminhamento a um escritório de arquitetura. Desde então, vem sendo apresentado a setores da sociedade civil e ao poder público, e deve começar a ser posto em prática agora. Uma parceria com o CDL-BH e o Sebrae vai buscar empresas interessadas em investir na proposta, com custo estimado em R$7 milhões. Não haverá dinheiro público na execução, garante Nélson. A expectativa é que na Copa de 2014 a rua já esteja de cara nova. 

A Via Albuquerque deve interagir sutilmente com o projeto da Praça da Savassi e prevê alargamento de calçadas, mudanças na iluminação que otimizem o uso do local à noite e plantio de árvores e jardins. Junto com as mudanças físicas, vem também a proposta do estímulo ao potencial artístico e cultural da região como a criação de um calendário de atividades tais como apresentações culturais, oficinas de pintura ao ar livre, mostras de arte e o projeto “Domingo a Rua É Nossa”, que propõe o fechamento de alguns trechos da rua para eventos e atividades esportivas. Está prevista a construção de duas galerias subterrâneas que abrigarão parte dessas atividades. Nesta segunda (14), haverá reunião com lojistas da rua para tratar das mudanças. “Tem que ter toda uma expertise para poder agir sem prejuízos. Temos que ter esse cuidado e crescer com as experiências para que os transtornos sejam os menores possíveis”, diz Nélson, referindo-se aos problemas que as recentes obras provocaram no comércio. 
 
Cine Pathé
Outro projeto que lança olhar sobre a região é o Experimento Savassi. De autoria do arquiteto Marcos Franchini, inicialmente era apenas um trabalho de conclusão de curso que pretendia apontar soluções para o bairro. Basicamente, a proposta é transformar alguns estacionamentos do entorno da praça (locais que perdem sua funcionalidade depois do horário comercial, segundo Marcos) em espaços multifuncionais (prédios com cafés, academias, lojas, residências), que geram “segurança e vitalidade urbana tremenda”, diz. A menina dos olhos da proposta é a revitalização do Cine Pathé, através do resgate de seu projeto original e a transformação do cinema em um espaço mais flexível, com local para exibição de filmes, shows, teatro, exposição e um terraço aberto para eventos diversos. “Todo mundo tem um carinho simbólico pelo lugar, mas ninguém se toca que ali dentro está esquecido, parado no tempo. A minha ideia é uma grande crítica ao fato de o mercado imobiliário deixar um espaço tão rico virar um estacionamento”, protesta o arquiteto.

Um vídeo explicando o projeto de forma mais didática foi postado na internet e fez o trabalho repercutir. “A gente teve várias propostas, de imobiliárias e proprietários. Chegamos a marcar reuniões, mas nada foi levado em frente por enquanto”, conta Marcos. Mesmo assim, ele está aberto a parcerias, uma vez que as mudanças foram propostas de modo que qualquer empreendedor ou proprietário pudesse tomar a iniciativa das reformas. Enquanto essas mudanças não se concretizam, outras se desenham. Está prevista para o fim do ano que vem a inauguração do Savassi Mall, na rua Sergipe com Fernandes Tourinho. Até a Copa de 2014, também devem ser inaugurados seis hotéis na região. 

Projetos
Via Albuquerque
Paisagismo e urbanismo Alargamento de calçadas, iluminação noturna ao nível do pedestre, plantio de árvores e jardins
Cultura Construção de duas galerias subterrâneas que abrigarão shows, teatro e exposições
 
Experimento Savassi
Cultura Revitalização do Cine Pathé
Sustentabilidade Parque Urbano entre Tomé de Souza e Cristóvão Colombo
Verticalização Prédios multifuncionais para mais vitalidade urbana 
 

O que achou deste artigo?
Fechar

INTERVENÇÕES

O futuro promete mais cultura na Savassi
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter