Vaticano

Na véspera de fazer 10 anos como papa, Francisco questiona celibato na igreja

Papa disse não haver nenhum tipo de contradição nos padres casarem, mas não deu sinais de que quando poderia mudar a regra na Igreja Católica


Publicado em 12 de março de 2023 | 11:20
 
 
 
normal

O papa Francisco disse que o celibato - estado do adulto que não é casado - pode ser revisto pela Igreja Católica. A declaração foi publicada na sexta-feira (10), em uma entrevista para o portal argentino Infobae.

Ao ser questionado, o pontífice disse que não acredita que o fim da exigência do celibato a padres aumentaria o ingresso de pessoas no sacerdócio. Ele, porém, defendeu que não há contradição em um padre se casar.

"O celibato na Igreja ocidental é uma prescrição temporária: não sei se está resolvido de uma forma ou de outra, mas é provisório nesse sentido; não é eterno como a ordenação sacerdotal, que é para sempre, goste você ou não," afirmou. 

Francisco também citou exemplos de igrejas católicas orientais, que segundo ele permite que seus sacerdotes se casem. "Todos da Igreja oriental são casados. Ou quem quiser. Lá eles fazem uma escolha antes da ordenação: há a opção de se casar ou ser celibatário", disse.

Apesar da declaração, o pontífice não deu detalhes sobre uma eventual mudança da regra católica, nem mesmo se ela deve ser feita durante seu papado. Francisco, aliás, completa 10 anos como papa nesta segunda-feira (13). (Folhapress)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!