Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Meio Ambiente

Leonardo DiCaprio adere ao 'desafio 10 anos' e denuncia desmatamento

Ator e ativista ambiental, DiCaprio, usou o Instagram para denunciar o desmatamento na Amazônia. Na publicação imagens de 2006 e 2018 na região de Rondônia aparecem lado a lado

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Leonardo Dicaprio
Leonardo DiCaprio faz discurso sobre clima em conferência na ONU
PUBLICADO EM 20/01/19 - 20h25

O ator Leonardo DiCaprio aderiu ao "10 year challege" e usou o Instagram para denunciar o desmatamento na Amazônia. Na publicação, põe, lado a lado, imagens de 2006 e 2018 na região de Rondônia.

"A região de Rondônia, no Brasil, tinha mais de 200 mil km² de floresta tropical, mas se tornou um dos lugares mais desmatados da Amazônia", escreveu DiCaprio na rede social. O ator é reconhecido por militar em favor do meio ambiente.

Antes, a top model Gisele Bündchen havia feito publicação parecida, também com a hashtag "10 year challenge". A modelo brasileira publicou imagens do Projeto Água Limpa, que criou com sua família para melhorar a qualidade da água em Três de Maio, sua cidade natal, no Rio Grande do Sul.

"Dez anos depois, fico feliz em dizer que conseguimos! Plantamos mais de 40 mil árvores nas margens do rio (…), mas também foi criado um corredor ecológico que trouxe a vida selvagem de volta", escreveu a modelo.

Em novembro, o governo Michel Temer divulgou dados preliminares que apontam expansão de 13,7% no desmate da região amazônica no período de agosto de 2017 a julho de 2018 - o que preocupou parceiros internacionais pela preservação da floresta. Ao todo, a remoção total da vegetação (corte raso) na Amazônia atingiu 7 900 km², uma área equivalente a mais de cinco vezes a capital de São Paulo.

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Meio Ambiente

Leonardo DiCaprio adere ao 'desafio 10 anos' e denuncia desmatamento
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter