NA RMBH

Detentos do Ceresp Betim colocam fogo em colchões

Sejusp informou que o ocorrido não se tratou de motim e que não houve feridos

Por Vitor Fórneas
Publicado em 28 de maio de 2024 | 21:49
 
 
 

Detentos do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, colocaram fogo em pedaços de colchões na tarde desta terça-feira (28 de abril). A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informou que o ocorrido não se tratou de motim e que não houve feridos.

Em nota, a pasta ressaltou que os policiais penais agiram imediatamente assim que os detentos lançaram os pedaços de colchões em chamas em uma das alas da unidade. O fogo foi controlado pelos agentes.

"A direção do Ceresp Betim instaurou um procedimento interno para apurar as responsabilidades, motivações e possíveis danos ao patrimônio. A unidade segue sua rotina", afirmou em um dos trechos do posicionamento. No comunicado, a Sejusp ressaltou que os envolvidos poderão sofrer sanções administrativas ao final das investigações.  

O episódio ocorrido no Ceresp Betim tratou-se, segundo a Sejusp, de "subversão da ordem". "Situação na qual o controle da unidade não é perdido pelos policiais penais e os eventos são controlados de forma rápida".

O motim se configura, conforme esclarecido pela pasta, "quando a situação sai do controle e os presos saem da cela e tomam o pátio". "A rebelião acontece quando, além do exposto anteriormente, há reféns, pessoas feridas e confronto com os policiais penais ou forças de segurança", concluiu.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!