Recuperar Senha
Fechar
Entrar

EM SÃO JOÃO DEL-REI

Homem é assassinado após suposta briga de facão

O suspeito alegou que a vítima tentou atingir o pai dele com um facão e por isso atirou no homem, no bairro Rio das Mortes

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
PUBLICADO EM 03/12/14 - 15h47

Um homem foi encontrado morto no bairro Rio das Mortes, em São João del-Rei, região Central de Minas Gerais, na tarde dessa terça-feira (2). Dois homens estavam perto do corpo quando a polícia o encontrou e um deles acabou confessando o crime.

Segundo a Polícia Civil, a vítima de 36 anos foi encontrada em uma casa com uma perfuração na cabeça. Ele ainda estava vivo, mas perdendo muito sangue, e foi socorrida e levado para a Santa Casa de Misericórdia da cidade, mas não resistiu ao ferimento e morreu na unidade.

Os dois homens moradores da casa, um homem de 54 anos e o filho dele, de 24, contaram a Polícia Militar que um homem encapuzado havia entrado na casa e atirado na vítima. Porém, pouco depois, o mais jovem confessou que era o autor do disparo.

Ele disse que a vítima estava brigando com o pai dele e até tentado golpeá-lo com um falcão, e por isso, o homem decidiu defender o pai e atirar na vítima.

Após a confissão, ele levou os militares a uma mata próxima, onde havia escondido a arma do crime. No local estavam um revólver calibre 38 com quatro cartuchos intactos e uma cápsula vazia, e um facão. Já no bolso da vítima estavam três cartuchos de calibre 28. No quintal da casa, também foi apreendido um estojo vazio de munição calibre 38.

O responsável pelo disparo foi preso e levado para o presídio da cidade, já o pai dele, foi ouvido e liberado na delegacia. As investigações estão a cargo do delegado Giovani Aihara.

O que achou deste artigo?
Fechar

EM SÃO JOÃO DEL-REI

Homem é assassinado após suposta briga de facão
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter