Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Crime passional

Homem atira em ex, que sobrevive, e se mata em seguida em Vespasiano

Crime aconteceu no bairro Gávea II, na manhã desta quarta-feira (23); mulher foi socorrida ao Hospital Risoleta Neves e não corre risco de morrer

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
crime passional, atira, ex-companheira, Vespasiano
Vítima iria pegar ônibus para ir ao trabalho, quando foi atingida
PUBLICADO EM 23/07/14 - 09h00

Mais um crime passional acabou de forma trágica, na manhã desta quarta-feira (23). Desta vez, foi em Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte. Um homem atirou contra a ex-companheira e depois se matou. Os tiros aconteceram na rua Três, no bairro Gávea II.

Ana Pinto Soares, 48, foi socorrida com vida para o Hospital Risoleta Tolentino Neves e o atirador Antônio Eustáquio Moreira, 60 morreu no local. 

Segundo uma prima da mulher, o casal tinha terminado há cinco meses. Nesta manhã, Ana estava indo para o trabalho, em uma casa de família no Belvedere, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, e quando ela chegou no ponto de ônibus, foi surpreendida por ele armado. A parente acredita que ele estava escondido atrás de um barranco.

Quando viu o ex, Ana correu e ele começou a atirar. Com ela caída ao chão, as pessoas que estavam na rua começaram a gritar, ele se matou antes que alguém conseguisse alcançá-lo.

A vítima foi atingida por um tiro na nuca, um no ombro, outro na testa e um dos dedos mão esquerda de uma arma calibre 22, fingiu estar morta e depois que percebeu que o seu ex se matou, levantou e saiu correndo, para pedir ajuda. A motivação para o crime seria a negação de Ana a retomar o relacionamento com Moreira.

Ainda segundo a familiar, não foi a primeira vez que Moreira tentou matar a ex-companheira. Já havia acontecido no ano passado, na avenida Vilarinho, mas a mulher conseguiu correr e entrar na delegacia. Na época, ela não prestou queixa contra o suspeito.

Entre idas e vindas, o casal ficou junto por um ano. Ana tem quatro filhos de um relacionamento anterior. O suspeito era ciumento, segundo a prima. O quadro dela é estável, segundo o hospital, e ela não corre risco morrer. A vítima faz aniversário nesta quinta-feira (24).

Atualizada às 14h39

O que achou deste artigo?
Fechar

Crime passional

Homem atira em ex, que sobrevive, e se mata em seguida em Vespasiano
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório
Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter