Recuperar Senha
Fechar
Entrar

Feminicídio

Tiroteio em clube no Barreiro deixa um morto e, pelo menos, três feridos

No momento do crime, a família estava presente, inclusive os filhos e sobrinhos do casal. O autor dos disparos tentou fugir e também trocou tiros com a polícia

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Comercial Esporte Clube
Comercial Esporte Clube
PUBLICADO EM 09/09/18 - 18h58

Um tiroteio em um clube resultou na morte de pelo menos uma pessoa e deixou outros três feridos na tarde deste domingo (9), no Barreiro, em Belo Horizonte. O crime ocorreu no Comercial Esporte Clube por volta das 16h23.

O suspeito, segundo a Polícia Militar, é Eli Rodrigues de Souza, de 46 anos. De acordo com as chamadas recebidas pela PM, o homem estava com a família toda no clube desde cedo, onde conseguiu entrar armado. O atirador estava com um revólver calibre 38, com capacidade para seis disparos.

No momento do crime, a família estava presente, inclusive os filhos e sobrinhos. O casal tinha dois filhos, que presenciaram o crime. As testemunhas ouvidas pela PM não souberam dizer se o casal chegou a discutir no clube. Em determinado momento o homem sacou a arma e atirou contra a Fernanda Regiane Rodrigues Costa, 35 anos, e os pais dela, Celio Monteiro de Paula Andrade, 50, e Maria do Carmo Rodrigues, 53. O clube estava lotado e o ataque provocou muita correria.

Segundo a PM, o atirador também tentou se matar. Ele chegou a efetuar dois ou três disparos, mas a munição não eclodiu. Ao todo, a perícia recolheu nove cartuchos, sendo sete deflagrados e dois intactos. O corpo de Fernanda tinha oito perfurações. Fernanda chegou a ser socorrida com vida para o Hospital Santa Rita, onde foi à óbito. Os pais da vítima também ficaram feridos e foram levados para o Hospital Julia Kubitscheck, onde passaram por cirurgia. A situação deles é “delicada”, segundo a PM.

Após os disparos, o autor tentou fugir em um carro. A polícia iniciou a perseguição e o veículo foi interceptado, mas o suspeito desembarcou com a arma em punho apontando para os policiais. Souza trocou tiros com a polícia, foi baleado e socorrido pela própria PM. O autor foi levado para a UPA Diamante e transferido no fim do dia para o Hospital João XXIII, onde está sob escolta policial.

As informações preliminares dão conta de que a vítima era a ex-mulher do suspeito, que não aceitava a separação. De acordo com algumas testemunhas ouvidas pela reportagem o casal estava separado há quatro meses aproximadamente. De acordo com a polícia, foi registrada ocorrência contra o suspeito no mês passado após ele ameaçar a ex-mulher com uma faca. A PM, no entanto, não confirmou se a vítima tinha medida protetiva. 

A reportagem entrou em contato com o clube, mas os telefonemas não foram atendidos. 

 

O que achou deste artigo?
Fechar

Feminicídio

Tiroteio em clube no Barreiro deixa um morto e, pelo menos, três feridos
Caracteres restantes: 300
* Estes campos são de preenchimento obrigatório

Comentários (14)

Enviar Comentário

Li e aceito os termos de utilização
Compartilhar usando o Facebook
ou conecte-se com

ATENÇÃO

Cadastre-se para poder comentar

Comentar com Facebook Comentar com Twitter