Pesquisa

DATATEMPO: Saúde e mobilidade são os maiores problemas de Contagem

Honestidade e propostas devem nortear os votos dos eleitores do município nesta eleição

Por Gabriel Ronan
Publicado em 18 de abril de 2024 | 06:00
 
 
 
normal

A saúde é o tema que mais preocupa os eleitores de Contagem, segundo a pesquisa do instituto DATATEMPO. De acordo com o levantamento realizado na cidade da região metropolitana, 43,2% dos entrevistados avaliam a área como o principal problema do município. Na sequência, a maior insatisfação é com o trânsito e o transporte coletivo, que tem a avaliação negativa de 13,2% dos entrevistados. Em terceiro lugar, estão as obras de infraestrutura – 12,2% dos eleitores apontam este como a maior mazela da cidade.

Já a avaliação sobre a segurança na cidade é negativa para 7,6% dos eleitores, enquanto educação e serviços administrativos foram citados por 5,6% e 3,5% dos entrevistados, respectivamente. Finalizam a lista dos problemas relatados na pesquisa assistência social (1,3%), geração de emprego (1,2%) e esporte, cultura e entretenimento (0,4%). 

Outros problemas citados de maneira espontânea foram as enchentes (2,4%), limpeza urbana (1,1%), além do cenário político (0,7%).

Dengue. Em setembro de 2023, quando o DATATEMPO fez uma primeira rodada de entrevistas na cidade da região metropolitana de BH, a saúde já era motivo de grande insatisfação dos moradores. À época, 46,1% dos entrevistados disseram estar insatisfeitos ou muito insatisfeitos com o serviço prestado.

Analista da pesquisa DATATEMPO, Bruna Assis sugere que a má avaliação está relacionada à epidemia de dengue. “A Prefeitura de Contagem chegou a declarar emergência devido à epidemia de dengue, o que parece ter contribuído para a manutenção da percepção de que a saúde continua sendo o principal problema do município em 2024. Isso evidencia para os eleitores os problemas de infraestrutura no atendimento em postos de saúde, UPAs e hospitais”, considera a analista. 

Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), a cidade de Contagem já registrou 43.257 casos prováveis de dengue (soma entre casos confirmados e suspeitos). São 21 mortes provocadas pela doença. 

Novidade. Apesar de a saúde aparecer com destaque na primeira rodada da pesquisa DATATEMPO, essa não era a área mais criticada pelos moradores da cidade no ano passado. O serviço com a pior avaliação era o de transporte e trânsito: 58% dos moradores diziam estar insatisfeitos ou muito insatisfeitos com a mobilidade urbana. Esses dois temas permanecem nas primeiras colocações em relação às queixas, mas agora em posições invertidas. 

Honestidade é prioridade 

Para além dos problemas nos serviços públicos, o DATATEMPO perguntou ao eleitor de Contagem o que ele mais leva em consideração na hora de definir o seu voto para prefeito. Segundo 40,4% dos entrevistados, ser honesto é mais importante do que qualquer outro atributo.

O segundo fator mais determinante para a escolha do eleitorado é a capacidade de apresentar propostas para a cidade, considerada prioridade por 29% das pessoas ouvidas. Na terceira posição, aparece a trajetória política do candidato, com 11,7%. A atenção com o eleitor (7%), o partido político (2,3%) e o fato de o postulante ser fora da política (2%) vêm na sequência. 

Já alianças políticas foram consideradas por 1,7% dos eleitores, e a ligação do postulante com o meio empresarial, por 1,3% deles.

Motivos. Na avaliação da cientista social Bruna Assis, que é analista de pesquisas do instituto, os números sinalizam que a eleição municipal deve ser menos polarizada. Segundo ela, na prática, o eleitor está mais preocupado com a efetividade das políticas públicas no seu dia a dia.

“Nos últimos anos, o debate sobre questões de corrupção tem sido destaque nas discussões sobre eleições, corroborando para que a honestidade seja, de forma geral, um quesito muito valorizado na escolha de um candidato. As propostas para a cidade surgem logo em segundo lugar, como característica mais relevante para a definição do voto, indicando que o interesse do eleitor está mais voltado para as figuras e discussões locais do que para um cenário mais amplo de partidarismo e apoios políticos”, considera. 

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!