DISPUTA PELA PBH

‘Querem destruir o PSDB’ afirma João Leite sobre polarização política

O ex-deputado estadual e pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte pelo PSDB falou sobre a polarização entre PT e PL e garantiu a força política do partido tucano

Por O TEMPO
Publicado em 16 de abril de 2024 | 09:33
 
 
 
normal

Pré-candidato à Prefeitura de Belo Horizonte, o ex-deputado estadual João Leite criticou a atual polarização entre PT e PL, e acusou uma tentativa de destruição do PSDB. Em conversa com o Café com Política, da FM O TEMPO 91,7, o político culpou os partidos de só quererem dois lados, sem espaço para debate. Leite ainda esclareceu que vê o próprio partido como centro-direita, e relembrou disputa tradicional contra o partido do atual presidente Lula (PT).

“Nós vivemos historicamente uma tentativa de destruição do PSDB, e o PSDB é o partido que serviu o Brasil. As pessoas não sabem o que era 80% de inflação no país, e Fernando Henrique foi destruído pela esquerda. Nós sempre fomos atacados, especialmente por esse partido [PT], mas nunca deixamos de conversar com todas as vertentes, porque nosso objetivo é a população”, declarou João Leite durante entrevista. 

O ex-deputado, que já disputou a prefeitura de Belo Horizonte três vezes, também já foi secretário estadual de Desenvolvimento Social e Esportes de Minas Gerais durante o primeiro governo de Aécio Neves. João Leite relembrou que, apesar da polarização, tinha um diálogo constante com o governo federal, na época sob a figura do presidente Lula. 

“Eu ia à Brasília discutir, buscar os recursos do Estado de Minas Gerais para assistência social. Mas hoje parece que um lado só quer ter dois lados, os outros estão fora. Só que os outros têm o pensamento da população também. O PSDB tem uma história forte no país e em Minas Gerais. Eles querem uma destruição do PSDB, mas é impossível”.

Ainda durante a conversa, João Leite afirmou que seu principal adversário nas eleições municipais de 2024 será a "briga contra o PSDB", mas não garantiu sua candidatura, que segundo ele depende da decisão do partido e da federação. O ex-deputado ainda elogiou o atual prefeito Fuad Noman, que segundo ele tem feito boas obras, mas falhou em tirar as pessoas das ruas. 

 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!