Quem diria?

"Viral do bem" de Chiquinho Scarpa chama atenção para doação de órgãos

Enterro de um carro milionário não passou de uma pegadinha e atingiu o objetivo de conclamar a população brasileira a repensar o processo 'post mortem'

Por Da Redação
Publicado em 20 de setembro de 2013 | 16:51
 
 
 

A intenção era sensibilizar as pessoas sobre a importância da doação de órgãos, mas ninguém sabia disso quando Chiquinho Scarpa anunciou que enterraria, em seu jardim, seu bem mais precioso e querido, um Bentley no valor de R$ 1, 5 milhão. Chuva de críticas.

A notícia se espalhou e o viral foi revelado em sua benfeitoria quando, durante o enterro nesta sexta-feira, com direito a coletiva de imprensa, a verdade veio à tona e todos enfim se deram conta de que todo o alvoroço em torno de um enterro inimaginável era, na verdade, por uma causa nobre.

A ação de marketing estruturada pela agência Leo Burnett Tailor Made surtiu o efeito desejado pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), que divulga a Semana Nacional de Doação de Órgãos, que se inicia nesta segunda-feira, 23/9 e segue até o próximo domingo, dia 29.

Doação de Órgãos
Segundo a associação, atualmente, cerca de 30 mil pessoas aguardam na fila de espera e, de cada dez pessoas abordadas, quatro se negam a doar os órgãos de seus familiares.

Um trabalho consistente junto ao Ministério da Saúde segue sendo realizado para mudar esse quadro. Até junho de 2013, o país teve 1.273 doadores de órgãos. Com esta marca, o Brasil ocupa o segundo lugar do mundo em número de transplantes. Porém, os números de doadores efetivos, por milhão de população, ainda são muito baixos em relação a outros países. Para se ter ideia, em 2011 o número chegou a 10,7, enquanto a Espanha, o melhor país em doação de órgãos, atingiu 35,3, seguidos por Croácia 35,0; Bélgica 29,3; Portugal 28,5; e EUA 26,0.

A maior lista de espera é por um rim: 20 mil pessoas. Em segundo lugar, estão os que precisam de transplante de córnea (6 mil). Em seguida, vem fígado, com 1.300 pessoas na lista de espera, e, por último, coração e pulmão, com 200 e 170 respectivamente. .

Os interessados em se tornarem doadores podem conferir mais informações no site oficial da ABTO.

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!