Santana do Garambéu

Garimpo ilegal de ouro é fechado pela Polícia Federal em Minas

Empresa havia colocado três balsas ao longo de aproximadamente dois quilômetros do Rio Grande para extração do metal

Qui, 12/09/19 - 20h00

A Polícia Federal (PF) fechou nesta quinta-feira (12) uma empresa que realizava a extração de ouro de maneira irregular no município mineiro de Santana do Garambéu, na Zona da Mata.

A operação, que contou com o apoio da Agência Nacional de Mineração (ANM) e da Polícia Militar Ambiental de Barbacena, no Campo das Vertentes, teve o objetivo de combater crimes contra o meio ambiente e de uso ilegal de patrimônio da União.

Segundo a PF, a empresa, que não teve o nome divulgado, havia colocado três balsas ao longo de aproximadamente dois quilômetros do Rio Grande, para a atividade de garimpo.

A Polícia Militar informou que foram localizados vários objetos e equipamentos de garimpo, como duas bateias, três cintos de chumbo, 11 carpetes e 24 roupas de mergulho.

O proprietário da empresa não foi encontrado no local. Os operadores das máquinas e os mergulhadores que procuravam pelo metal precioso, um total de 11 pessoas, foram ouvidas pela polícia, mas liberadas.

De acordo com a PF, as investigações vão continuar para a identificação do montante de ouro que já foi extráido, a extensão da degradação do meio ambiente e os responsáveis.

Caso condenados, os envolvidos podem pegar seis anos de prisão.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Trânsito
Prevenção
Pânico
Servidores públicos
Alerta
Uberaba
Savassi
Acidente
Adeus
Ipatinga