Nesta segunda-feira

Operação em shopping popular de BH tem mais de 500 celulares apreendidos

Tablets, computador e notebooks também foram recuperados; nove pessoas foram detidas

Seg, 09/12/19 - 13h28
Operação no shopping popular teve ao menos nove pessoas detidas.

Nove pessoas foram conduzidas à delegacia pelo crime de receptação durante uma operação em um shopping popular Xavantes, no centro de Belo Horizonte, nesta segunda-feira (9). Ao todo, 514 celulares foram apreendidos. Os aparelhos são de origem duvidosa, sem notas fiscais e com queixa de roubo ou furto. 

A ação conta com a participação de 286 policias militares, 25 funcionários do Ministério Público e dez da Receita Federal. Foram apreendidos também sete computadores e 22 tablets. 

"Diante da possibilidade de roubos e furtos de celulares, que, infelizmente, muitas pessoas perdem a vida, são realizados levantamento para verificar indícios de onde eles estão sendo comercializados ou o destino desses produtos. Hoje foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão", explicou a procuradora do Ministério público, Cássia Gontijo. 

Além dos telefones, as equipes apreenderam 22 tablets, 20 notebooks e um computador e outros produtos diversos. 

"Todos os estabelecimentos que comercializam produtos de origem estrangeira foram fiscalizados, e aqueles que não tinham documentação tiveram os produtos apreendidos”, disse Leonardo Martins, chefe da divisão que combate os crimes de contrabandos e descaminhos da Receita Federal.

De acordo com a Polícia Militar, ação foi realizada no shopping e também no entorno e contou com a participação de equipes do 1º Batalhão, Batalhão de Choque, Cavalaria, Rotam e o Bope.

Veja mais fotos de Alex de Jesus:

“Grande parte das pessoas que cometem o furto ou roubo não querem os aparelhos, eles passam para frente. É necessário destacar que o comerciante que recebe esses produtos de origem duvidosa e repassam podem responder pelo crime de receptação. Não teria isso caso não tivesse o receptador”, finalizou o tenente-coronel Micael Silva.

A operação ainda estão em andamento. Por meio de nota, a assessoria do Xavantes informou que não permite a comercialização de produtos irregulares e colaborou com a operação.

Veja a nota na íntegra:

"Na manhã de hoje (9), a Polícia Militar e a Receita Federal comandaram uma ação de receptação de celulares e peças em algumas lojas do Shopping. Os produtos que estavam sem nota fiscal foram apreendidos. A administração do centro de compras afirma que não permite a comercialização de produtos irregulares e colaborou com a operação, estando sempre disponível quando necessário".


Atualizada às 13h41

(2) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
O Macaco 3:48 PM Dec 09, 2019
Todo ano tem isso no Xavantes...
1
Denunciar

Marcio Diniz 2:42 PM Dec 09, 2019
Se origem for material roubado a receptação tem CGC e INSCRIÇÃO ! Pobre Brasil !
0
Denunciar

Leia mais
LEIA MAIS
Região Metropolitana
Morte
Sistema Penitenciário
Temporal
Ajuda
Tortura
Injúria racial
Fique atento!
Rio Doce
Impressionante