ÔMICRON

Anvisa recomenda ampliar restrições para voos vindos da África

Agência informou, neste sábado, que recomendará ao Governo Federal que amplie as restrições para viajantes de Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia

Sáb, 27/11/21 - 20h37
Apesar das recomendações, decisão sobre ampliação das restrições é do Governo Federal

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou, neste sábado (27), que o Governo Federal amplie as restrições de chegada de voos e entrada de viajantes que venham de Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia. A sugestão do órgão é para evitar a possível chegada de turistas contaminados com a variante ômicron, na covid-19, no Brasil. 

A nova linhagem do Sars-CoV-2, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é preocupante e foi descoberta na África. Nesta sexta-feira, quando a entidade declarou a situação de risco pela nova variante, a Anvisa já havia recomendado ao Governo Federal as restrições a voos e viajantes da África do Sul, Botsuana, Eswatini, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. 

Logo depois, o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, anunciou em uma rede social que o Brasil fechará, a partir de segunda-feira, as fronteiras aéreas para os seis países da África por causa da nova variante do coronavírus. "Vamos resguardar os brasileiros nessa nova fase da pandemia", escreveu Nogueira.

Até o momento, no entanto, o Governo Federal não se manifestou sobre a nova recomendação da Anvisa. “A adoção das medidas, contudo, depende de portaria interministerial editada conjuntamente pela Casa Civil, pelo Ministério da Saúde, pelo Ministério da Infraestrutura e pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública“, informou a agência. 

Negativa

Apesar do anúncio do fechamento da fronteira para alguns países da Africa, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se mostrou contrário à medida. A apoiadores, Bolsonaro alertou que "uma nova onda de covid-19 está vindo aí" e, em seguida, reforçou o posicionamento contrário às medidas sanitárias para evitar a disseminação do vírus, adotada desde o início da pandemia. 

"Não vai adiantar. Não. Pera aí, que loucura é essa? Que loucura é essa? Fechar aeroporto e virus não entra? Ah, pelo amor de Deus. Já tá aqui dentro", disse o presidente. Horas depois, Bolsonaro ainda afirmou que o Brasil não suportaria um novo lockdown. 

Ômicron 

A variante ômicron (B.1.1.529) foi descoberta pela primeira vez em países da África. Já há registros de casos em Hong Kong, Israel, Bélgica e Reino Unido. Até o momento, não há registros de casos da nova variante no Brasil.

Temor 

Segundo cientistas, a nova variante do coronavírus tem “número extremamente alto" de mutações, favorecendo o registro de novos casos de Covid-19. 

Riscos

Dentre as preocupações dos cientistas, está o temor de que algumas das mutações podem ajudar o vírus a ter escape vacinal. 

Diferenças

A variante ômicron tem 32 mutações na proteína spike, justamente a parte do vírus utilizada pela maioria das vacinas para preparar o sistema imunológico contra a covid-19. 

Transmissão

Não se sabe, ainda, se a nova variante é mais transmissível que a Delta, que surgiu na Índia e já é predominante em Minas Gerais, por exemplo. 

Vacinas 

O laboratório alemão BioNTech, sócio da Pfizer, informou que em até duas semanas serão conhecidos os resultados dos primeiros estudos que avaliam se a nova variante é capaz de escapar da proteção vacinal.

Com agências.

 

---

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar.

Siga O TEMPO no Facebook, no Twitter e no Instagram. Ajude a aumentar a nossa comunidade.

(5) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Jose Slva 11:43 AM Nov 28, 2021
É que se faz as coisas sempre atrasadas? Não se nota que existem países europeus como Holanda, Italia e Inglaterra que já se foi das mãos o controle sobre a nova cepa? Por favor, agir antes que a **** atinja o ventilador!
0
Denunciar

José Brasil 11:02 AM Nov 28, 2021
.ATÉ O PAPA GRITOU PARA VACINAR OS AFRICANOS, DAR AQUELA PRIORIDADE TOTAL! E O MUNDO FINGINDO QUE NÃO ERA COM ELE..."ESTÁ AÍ O RESULTADO!" E OS MÉDICOS E INFECTOLOGISTAS...BATENDO CABEÇA E COM MEIAS PALAVRAS. APAVORADOS PELA INCOMPETÊNCIA LATENTE!!.
1
Denunciar

Lucas 11:11 AM Nov 28, 2021
Vai fingir que é a favor de vacina agora, José? O miliciano de merda que você apoia sabe disso?
1
Denunciar

Lucas 9:50 AM Nov 28, 2021
A variante já foi encontrada em outros países, inclusive Europa - na Bélgica por exemplo um negacionista não-vacinado levou a variante pra lá. O certo é proibir entrada de não-vacinados, exigir teste antes e depois dos vôos internacionais e monitorar possíveis casos.
0
Denunciar