Celebridades

Ivanka Trump toma primeira dose da vacina contra Covid e recebe críticas

Reclamações são ligadas a conduta de Donald Trump em relação à pandemia

Sex, 16/04/21 - 14h33
Ivanka Trump recebe a primeira dose da vacina contra Covid-19

A empresária Ivanka Trump, 39, filha do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, 74, apareceu nas redes sociais, após um mês sem publicações, para anunciar que recebeu a vacina da Covid-19 e incentivar outras pessoas a se imunizarem também.

"Hoje eu acertei! Espero que você também!", escreveu em seu Twitter nesta quarta-feira (14). "Obrigada enfermeira Torres!". Segundo a People, a empresária recebeu a primeira dose da vacina da Pfizer. Apesar do registro incentivar a campanha de vacinação, muitos internautas criticaram a "ex-primeira filha".

Muitas reclamações, segundo a Vanity Fair, vieram pelo falo de Ivanka não ter tomado medida alguma em relação ao coronavírus enquanto ainda era funcionária da Casa Branca e seu pai o presidente. "Você poderia ter dito às pessoas que Covid não iria 'desaparecer como um milagre'", escreveu um usuário.

As respostas fazem, em sua maioria, alusões a frases que Donald Trump falou sobre o vírus, e também sobre Jared Kushner, 40, marido de Ivanka, ter declarado em março de 2020 que os moradores de Nova York "vão sofrer e esse é o problema deles". O casal se mudou para a Flórida após deixar a Casa Branca.

"Alguns de nós se lembram de como seu marido abandonou os nativos de Nova York, deixando-os à própria sorte enquanto a pandemia se alastrava, simplesmente porque seu governador não se curvava à vaidade de Trump", disse o comentário.

Em comunicado divulgado à Associated Press, Ivanka disse estar grata "por ter recebido minha primeira dose da vacina Covid-19 hoje e encorajo todos os americanos a se vacinarem assim que puderem". Em entrevista a People, uma fonte próxima à empresária disse que ela sente que é vital a importância de se vacinar.

A fonte disse que ela "tem plena confiança nas vacinas disponíveis". Trump também incentivou as pessoas e especificamente seus apoiadores a se vacinarem, apesar de ter sugerido que os riscos eram exagerados em outras situações.

Uma outra fonte próxima a Kushner confirmou, também a People, esta semana que ele receberá em breve sua primeira dose da vacina. Toda a repercussão da vacinação de Ivanka chega ao lado da notícia de que os republicanos estão se recusando a receber qualquer uma das vacinas.

De acordo com uma pesquisa da Monmouth University, 43% dos republicanos afirmam que nunca irão se vacinar contra o coronavírus, contra 5% dos democratas.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Horóscopo do dia.
Reação
Novelista
Proteína
Superman
Achado
Musical
Cultura
Protocolos
Realeza