Aquecimento

Iveco reforça produção em Sete Lagoas e tem boas perspectivas para 2021

Márcio Querichelli, líder da Iveco para a América do Sul, ponderou, contudo, que a indústria de caminhões ainda vai levar de dois a três anos para retomar os volumes de 2019.

Qua, 28/10/20 - 20h30
Caminhões da Iveco
audima

A Iveco informou nesta quarta-feira, 28, que contratou 272 trabalhadores para reforçar as linhas de produção da fábrica de caminhões e chassis de ônibus em Sete Lagoas (MG). As contratações foram feitas em regime temporário e vêm na esteira da recuperação indústria de veículos de transporte com a reabertura da economia.

Nesta quarta, durante congresso promovido pela Autodata, Márcio Querichelli, líder da Iveco para a América do Sul, ponderou, contudo, que a indústria de caminhões ainda vai levar de dois a três anos para retomar os volumes de 2019.

Ele disse que a perspectiva para o ano que vem é positiva, mas vai depender do andamento das reformas, da vacina contra o coronavírus e da produção agrícola. "Se vier segunda onda de Covid-19, teremos de rever essas premissas e replanejar os rumos", comentou Querichelli.

O executivo informou ainda que a Iveco abriu 11 novas concessionárias neste ano, chegando a um total de 77 revendas, dentro da meta de alcançar 100 concessionárias.

Na chegada da pandemia, a fábrica da Iveco ficou quase um mês parada, mas desde a reabertura a produção tem sido crescente.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Emprego
Previdência
Estrangeiros favorecidos
Regras fiscais
PPI
Na pandemia
Energia
Economia
Pandemia
IBGE