Índice

Brasil cai dez posições em ranking da paz

Islândia é o país mais pacífico; Afeganistão, o menos seguro

Qui, 13/06/19 - 06h00
Policiais militares em confronto em comunidade no Rio de Janeiro

Um mundo perigoso, com alguns sinais de melhora, mas com uma grande ameaça no futuro. Este é o cenário apresentado no estudo “Índice Global da Paz”, divulgado pelo Instituto para Economia e Paz, baseado na Austrália. É a 13ª edição do relatório e, pela primeira vez em cinco anos, registrou melhora na segurança no planeta. 

Entretanto, algumas regiões, como as Américas, enfrentaram deterioração ampla das condições de paz. O Brasil, por exemplo, caiu dez posições, agora ocupando o 116º lugar, com a classificação de “risco médio à paz”. 

“Entre 2018 e 2019 nós percebemos que o mundo ficou mais pacífico, mas foi uma mudança muito pequena. O que está liderando essa mudança é a redução dos confrontos em guerras como as da Síria e da Ucrânia”, afirma Thomas Morgan, pesquisador que participou da elaboração do programa.

A Islândia é o país mais pacífico do mundo, seguida por Nova Zelândia, Portugal e Áustria. Por outro lado, o Afeganistão aparece no fim do ranking, atrás de Síria, Sudão do Sul e Iêmen.

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Leia mais
LEIA MAIS
Causou revolta
Blocos
Libra
Armamento
Perigo
Decisão
Relações Exteriores
Primeira vítima fatal
Assustados
Orgulho LGBT