Ricardo Sapia

Mais uma chance

Publicado em: Sex, 12/06/20 - 03h00
audima

Era fevereiro de 1971, uma criança foi abandonada pela mãe no dia do nascimento. Ela foi criada pelo pai, um andarilho alcoólatra e usuário de drogas, com a ajuda das “parceiras”. Aos 8 anos, o menino vivia nas ruas, quando foi adotado por um casal, que lhe deu esperança. Nem sequer tinha certidão de nascimento quando ganhou uma família para amá-lo. Ainda viu o pai ser morto a facadas, na rua.

Aos 14 anos, foi morar nos Estados Unidos, onde estudou e se casou. Hoje, aos 49, renomado publicitário, um dos responsáveis pelas eleições de Romeu Zema ao governo de Minas e de Jair Messias Bolsonaro à Presidência. 

Estou falando de Michel Winter. Nesta semana recebi um vídeo dele, se recuperando desta maldita doença, após ter ficado mais de 20 dias na UTI de um hospital na região metropolitana de BH. Michel foi tratado com hidroxicloroquina e azitromicina e, com a ajuda médica e a mão de Deus, mais uma vez, passou pelo vale da morte e está curado.

Por que estou falando dele hoje? Primeiro, para mostrar que esse exemplo de vida pode servir para você que sempre reclama. Segundo, para falar sobre essa questão da politização da Covid-19, que vem provocando milhares de mortes que poderiam ter sido evitadas.

Enquanto Michel se recupera, tem que ver notícias sobre corrupção dos governantes, que estão se aproveitando da pandemia para roubar o povo, já tão sofrido. Michel teve que ver a corrupção no Rio de Janeiro, com o governador e a própria mulher investigados; o governador do Pará, que teve uma visita da Polícia Federal logo cedo na casa dele, em Belém; e operações no Amazonas e em Roraima. 

É, Michel, meu amigo, se recupere logo e volte à ativa, porque os candidatos que você ajudou a eleger representam a honestidade. Que você consiga eleger vários prefeitos com essa mesma decência nas próximas eleições. Volte logo e não desanime, ajude seu país. 

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Sapia
Sapia
Coluna
Ricardo Sapia
E agora?
Opinião