Ricardo Sapia

O coronavírus e a economia

Publicado em: Sex, 28/02/20 - 03h00
audima

Os mercados globais caíram pelo sexto dia consecutivo nesta quinta-feira, arrastando o S&P 500 mais de 10% em apenas uma semana, refletindo o medo crescente sobre o coronavírus, que vem se espalhando rapidamente pelo mundo.
O S&P 500 caiu 4,4% somente ontem, o pior deslize para o dia desde agosto de 2011. O índice está no ritmo de seu pior desempenho semanal desde a crise financeira de 2008. As ações da Europa e da Ásia também foram duramente atingidas.

A venda ocorreu depois que autoridades de saúde pública nos Estados Unidos e na Alemanha disseram que novos pacientes em cada país não tinham conexão conhecida com outros com a doença, um desenvolvimento que poderia complicar os esforços para rastrear o vírus. 

Os casos do vírus apareceram em pelo menos 47 países. A velocidade da queda do mercado foi impressionante, com o S&P 500 caindo mais de 10% em relação à alta de 19 de fevereiro, uma queda que Wall Street classifica como uma correção para sugerir que o declínio é mais significativo do que alguns dias de negociações ruins.

A última vez que as ações nos Estados Unidos caíram muito foi no final de 2018, quando os investidores temiam que a guerra comercial e o aumento das taxas de juros levassem a economia dos EUA a uma recessão. A média industrial do Dow Jones também sofreu uma correção nesta quinta-feira, assim como as ações de Londres.
Aqui no Brasil, a Bolsa caiu 7% já na abertura depois do Carnaval, e o dólar já ultrapassou a barreira dos R$ 4,50.

Pode parecer que não, mas o vírus dessa doença não mata apenas as pessoas. Também pode destruir a economia de todo o mundo.

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LUCAS 7:42 AM Mar 15, 2020
Vivemos numa sociedade dos idiotas e dos espetaculos.Morrem mais de 60.000 pessoas por ano com gripe inclusive da familia coronavirus que é conhecida desde 1938. E os patetas fazendo terrorismo e os chineses fazendo negocios da China. Enquanto a China não para de reproduzir igual ratos vão forjar epidemias factoides para faturar encima de trouxas como fizeram com a gripe suina.
1
Denunciar

LEIA MAIS
Sapia
Sapia
Coluna
Ricardo Sapia
E agora?
Opinião