Orçamento

Governo de Minas ainda não sabe de onde vai vir recurso para pagar o 13°

Zema e equipe estiveram, nesta segunda-feira (26), em Brasília, para buscar mais recursos para o Estado

Seg, 26/10/20 - 18h52
Décimo-terceiro do ano passado só foi quitado em maio deste ano
audima

O governo de Minas Gerais ainda não tem como precisar de onde vai vir o dinheiro para pagar o 13º salário do funcionalismo público neste ano. Segundo o secretário da Fazenda, Gustavo Barbosa, por mais que o Estado tenha apresentado melhora na arrecadação em outubro, ainda não é possível tratar sobre essa questão. 

O governador Romeu Zema (Novo) e equipe estiveram, nesta segunda-feira (26), em Brasília, para buscar mais recursos para o Estado. O chefe do Executivo foi questionado sobre fala dada O TEMPO, no último domingo (26), de que o pagamento da bonificação natalina deve ser feita, mais uma vez, de forma parcelada. Na oportunidade, também não soube precisar de onde sairia a quantia. 

“Nós ainda estamos em outubro. Vamos aguardar. A atividade econômica tem recuperado”, afirmou Zema nesta quarta-feira em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto. Ele participou de encontro com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Logo em seguida, o governador pediu que Barbosa explicasse sobre o pagamento: “A atividade econômica melhorou. Temos uma arrecadação em outubro melhor do que a esperada. Enfim, mas por enquanto a gente ainda não tem como adiantar essa questão”, disse o secretário. 

A administração estadual terminou de quitar, em maio deste ano, o pagamento do 13º salário de todo funcionalismo referente ao ano passado. Na época, a quantia foi proveniente de acordos judiciais. Já em 2020, o governador sinalizou novamente o parcelamento diante da questão fiscal do Estado:

“Não, ainda não temos (uma definição). Estamos fazendo de tudo para que possa ser pago o quanto antes. O que é pouco provável que aconteça devido a situação financeira do Estado (...). Vamos aguardar para ver, mas é o mais provável (parcelamento dos salários”, disse Zema no domingo. 

Agendas

Zema cumpriu, nesta segunda-feira (26), uma série de agendas em Brasília. Pela manhã, ele tratou das concessões de parques naturais e rodovias com o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano.

O governador também almoçou com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na residência oficial do Legislativo. O compromisso não constava na agenda de ambos. Entre os assuntos, estava o Regime de Recuperação Fiscal.

Já no início da tarde, foi até a sede da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em uma visita de cortesia ao presidente do órgão, Coronel Giovanne Gomes da Silva. Ele era comandante geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG).

O chefe do Executivo também se reuniu com secretário especial de Desestatização do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, com quem tratou sobre a privatização do Ceasa, por exemplo. 

Acompanharam o governador os secretários de Fazenda, Gustavo Barbosa; de Planejamento, Otto Levy; de Governo, Igor Eto; e Geral, Mateus Simões. O coordenador da bancada mineira no Congresso, deputado Diego Andrade (PSD), também participou.

(19) comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
Assinante Premium
renato 11:53 PM Oct 26, 2020
Aqueles que o criticam deixarão de fazê-lo caso o senhor acrescente ao seu nome o sobrenome do desgovernador. Experimente "Romeu Zema Damata Pimentel" para que seus críticos enfiem a viola no saco e parem de conversar fiado.
18
Denunciar

Mineiro22 10:53 AM Oct 27, 2020
Correção: o governo não sabe de onde virá o $ para pagar o 13º da patulei. Procuradores miserê, deusembargadores e outros "trabalhadores" podem ficar tranquilos, terão um fim de ano beeeem gordo e feliz.
0
Denunciar

Pallotini Paolo Felippe Rodrigues Menezes 9:57 AM Oct 27, 2020
quem apoiou o fechamento parcela de 38 vezes, quem quis trabalhar recebe agora...
0
Denunciar

maisumtrouxa 9:46 AM Oct 27, 2020
É só fechar a ALMG e a Câmara dos vereadores e dispensar os afilhados , garanto que fica tudo resolvido !!
0
Denunciar

Maria Silva 10:42 PM Oct 26, 2020
Parece que já vi esse filme! Affffff
1
Denunciar

Aloísio Morais Martins 9:51 PM Oct 26, 2020
'Vai vir' é duro, heim?! Por que não 'virá1?
1
Denunciar

Mario Ramires 9:38 PM Oct 26, 2020
Corta as mamatas do primeiro escalão. Acabe com a Bhtrans, E faça a guarda municipal andar a pe pelo menos alguns metros para economizar milhares de litros de combustível.
10
Denunciar

Sr. Ponderador 8:58 PM Oct 26, 2020
É importante priorizar os valorosos servidores da saúde, educação e segurança, visto que são operadores essenciais e indispensáveis para a sociedade. O educador exerce um papel preponderante no caráter social e discernimento. Todos somos alguém na vida graças ao Educador. Lamentavelmente, essas 3 profissões não possuem o justo reconhecimento no Brasil. Somente político, juízes, promotores, jogadores de futebol e um seleto grupo de servidores nessa merda de pais possuem um salário decente !
1
Denunciar

CPF 8:23 PM Oct 26, 2020
Continue dando aumento pra PM seu governador de calça cagada... Agora vai pedir ajuda pra eles!!!!KKKKKJJ
29
Denunciar

Sr. Ponderador 9:00 PM Oct 26, 2020
Ignorante !
29
Denunciar

Renato Paulinho BH 7:42 PM Oct 26, 2020
GOVERNO MG ZEMA A PROVA EM GERAL RETORNO 03 MIL MILITAR D RESERVA IDADE ABAIXO 60 ANOS PMMG,CBMMG, P SERVIÇO ATIVO
26
Denunciar

Renato Paulinho BH 7:39 PM Oct 26, 2020
EXTINÇÃO 13 SALARIO, SERVIDORES PÚBLICOS SAUDÊ,EDUCAÇÃO,SEGURANÇA ESTADO MG NÃO TER ZERO DESCONTO IMPOSTO RENDA
38
Denunciar

Adriano Guimarães 7:35 PM Oct 26, 2020
Está aberta a temporada 2020 de desculpas esfarrapadas acerca do 13º dos servidores estaduais. Todo ano é a mesma coisa... Ahhh, mas a verba para tal gratificação destinada aos outros dois poderes já está garantida! É lei! E o alto escalão do Executivo? Certamente terá não só o 13º garantido, mas também todos os penduricalhos que lhe são de direito. Resta ao restante, pobres mortais, se contentarem com mais esse sapo para engolir.
2
Denunciar

Esteves 7:32 PM Oct 26, 2020
Não faz sentindo continuar tendo Eleição. Todos dizem que vão trabalhar pelo Povo e no final das contas só resta a Crise pro Povo e ótimos salários pros Políticos.
1
Denunciar

Laurimar Rosa de Lima 7:07 PM Oct 26, 2020
*** ESCÓRIA DA SOCIEDADE*** Onde está abrigada a escória da sociedade brasileira? Pois bem! Sem usar mecanismos ou critério cientifico, basta analisar teoricamente um gráfico setorial da violência, para ter noção de onde está o maior número de crápulas personalizando a escória da sociedade. Para memórias curtas, a Lista de Fachin elencou: 30% dos Senadores, 40% dos governadores, 20% dos ministros do Governo Temer, 10% dos deputados, 100% dos ex-presidentes da República, dentre outros. Onde está a escória da sociedade brasileira? Será que esta praga ruim, está nos presídios, nas camadas populares, no crime organizado, nos maridos violentos, nos agentes públicos corruptos, nas empresas que assaltam cofres públicos? Enfim, a escória, camada socialmente desprezível, irrelevante, indigna e vil, está onde nunca deveria estar: na política.
6
Denunciar

Esteves 7:06 PM Oct 26, 2020
Governo de Minas tinha que Reduzir a Alíquota do IPVA pra 2% pq o Estado não pode quebrar, mas não é certo explorar o Contribuinte Eternamente nessa Crise sem fim.
3
Denunciar

Laurimar Rosa de Lima 7:03 PM Oct 26, 2020
No dia 19 de outubro de 2020, no rodapé da Reportagem: " Zema espera que Estados não fiquem de fora da reforma administrativa " . Este internauta - leitor - se antecipou escrevendo o seguinte comentário: Esse Moço é um Jabuti que os Eleitores de Minas Gerais, colocaram em cima da Árvore. Em breve, vai declarar perante a Imprensa, que o Estado não dispõe de recursos financeiros para pagar o Décimo Terceiro salário do Funcionalismo Público. Aguarde...!
4
Denunciar

LEIA MAIS
Ministério da Justiça
Compras
Relações Exteriores
Legislativo
Relatório
Bastidores
Mudanças
Mais um
Declaração
Carrinho