Estudo

União empenhou 97% dos recursos autorizados em 2020 para combate à Covid-19

Já o percentual do que foi efetivamente pago é de 85%, que corresponde a R$ 488,5 bilhões

Ter, 01/12/20 - 17h01
Testes do tipo RT-qPCR foram adquiridos pelo governo federal
audima

Estudo feito pela Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, divulgado nesta terça-feira (1º), mostra que o governo federal formalizou, neste ano, o empenho de 97,6% dos recursos autorizados para ações emergenciais em função da Covid-19. O montante chega a R$ 561,1 bilhões. 

Já o percentual do que foi efetivamente pago é de 85%, que corresponde a R$ 488,5 bilhões.

O levantamento mostra que a medida que a União mais despendeu recursos foi o auxílio emergencial, destinado às pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. Se somadas as duas fases, foram autorizados pelo Executivo R$ 321,8 bilhões, sendo que R$ 275,6 bilhões (85,6%) já foram efetivamente pagos. 

Seis ações emergenciais para a crise sanitária, sete já tiveram os repasses totalmente concluídos: socorro aos entes federativos; apoio às micro, pequenas e médias empresas; financiamento da folha salarial das empresas; Lei Aldir Blanc;  isenção da tarifa de conta de energia; ampliação do Bolsa Família; e auxílio às instituições para idosos.

 

Podcasts Relacionados

Comentários

Deixe seu comentário
* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso
LEIA MAIS
Licitação
Em 2021
Previsão
Câmara
Covid-19
Na mira
Edital
Racismo é crime
Legislativo
Câmara