GUERRA NO ORIENTE MÉDIO

Ataques israelenses matam pelo menos cinco no Líbano, diz Hezbollah

Entre os mortos estariam quatro combatentes do Hezbollah

Por Agências
Publicado em 20 de maio de 2024 | 17:48
 
 
 

Cinco pessoas, incluindo quatro combatentes do Hezbollah, morreram nesta segunda-feira (20) em ataques israelenses no sul do Líbano, segundo informações do movimento libanês pró-iraniano e a Agência Nacional de Notícias do Líbano (ANI). O Hezbollah anunciou um ataque em represália e Israel reivindicou os bombardeios.

Desde o início da guerra na Faixa de Gaza, em 7 de outubro de 2023, o Hezbollah ataca frequentemente o norte de Israel em apoio ao Hamas, seu aliado palestino. O Exército israelense responde com bombardeios que impactam cada vez mais o interior do Líbano. Um combatente do Hezbollah também morreu nesta segunda-feira em um ataque atribuído a Israel contra a Síria, disse outra fonte do grupo. 

O Hezbollah acrescentou que cinco de seus combatentes, dois deles em Naqura, haviam sido abatidos, mas não deu mais detalhes sobre o local ou a data das mortes. A ANI indicou que o ataque israelense contra Naqura teve como alvo uma área onde havia equipes de resgate afiliadas ao Hezbollah.

A agência também informou que "houve um ataque aéreo inimigo contra uma moto" na entrada da cidade costeira de Al Manuri, deixando um "mártir e um ferido", sem dar mais detalhes. 

O Exército israelense anunciou, por sua vez, que atacou "uma célula terrorista do Hezbollah" na região de Meis el Jabal e que atingiu "uma instalação com armas e um complexo militar". 

O Hezbollah informou que atacou posições militares israelenses do outro lado da fronteira, em resposta "à agressão israelense, especialmente em Naqura". 

Sete meses de violência transfronteiriça deixaram 425 mortos no Líbano, a maioria combatentes do Hezbollah, e pelo menos 82 civis, segundo estimativas da AFP. 

Do lado israelense, pelo menos 14 soldados e 11 civis morreram em decorrência dos disparos efetuados pelo movimento libanês, segundo as autoridades. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!