Conflito

Dia 41 da guerra: Israel diz que tomou o 'controle operacional' do porto de Gaza

Operação conjunta das forças blindadas e navais de Israel permitiu, com intensos bombardeios, a tomada da infraestrutura

Por Agências
Publicado em 16 de novembro de 2023 | 09:13
 
 
 
normal

O Exército israelense afirmou nesta quinta-feira (16) que assumiu o "controle operacional" do porto de Gaza, uma infraestrutura crucial do território palestino, no 41º dia de guerra entre Israel e Hamas. Uma operação conjunta das forças blindadas e navais permitiu "nos últimos dias tomar o controle operacional do porto de Gaza, que estava sob controle da organização terrorista Hamas", afirmou o Exército em um comunicado.

A nota acrescenta que o movimento palestino Hamas utilizava o local "como centro de treinamento para suas forças de comandos navais com o objetivo de planejar e executar ataques terroristas navais".

A guerra começou com o ataque sem precedentes do Hamas em território israelense em 7 de outubro. Quase 1.200 pessoas foram assassinadas no ataque, a maioria civis, segundo as autoridades israelenses.

Em represália, Israel bombardeia de modo incessante a Faixa de Gaza, submetida a um cerco quase total. Os ataques israelenses mataram 11.500 pessoas, a maioria civis, incluindo 4.710 crianças, segundo o governo do Hamas que controla o território palestino.

O Exército israelense afirma que trava combates no coração da Cidade de Gaza e anunciou nos últimos dias que tomou o controle de várias instituições do governo do Hamas, incluindo o Parlamento, vários edifícios administrativos e a sede da polícia militar.  O movimento islamista minimizou o anúncio e afirmou que são edifícios "vazios". 

As tropas israelenses também realizaram operações em hospitais de Gaza, pois acusam o Hamas de utilizar os centros médicos para esconder armas e centros de comando. O Exército israelense prossegue nesta quinta-feira com a incursão no principal hospital da Faixa de Gaza, Al Shifa, onde milhares de civis estão refugiados, o que provoca preocupações e críticas da comunidade internacional. (AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!