Reino Unido

Enfermeira é condenada por matar 7 bebês em hospital e diz: 'fiz de propósito'

Funcionária de hospital em Liverpool injetou insulina e ar em bebês em um hospital onde trabalhava, em Liverpool, entre 2015 e 2016, segundo acusação.

Por O TEMPO
Publicado em 18 de agosto de 2023 | 11:52
 
 
 
normal

Uma enfermeira, de 33 anos, foi condenada nesta sexta-feira (18) no Reino Unido por matar sete bebês em um hospital de Liverpool. A mulher também é investigada por tentar assassinar outros seis recém-nascidos na unidade neonatal. 

De acordo com os autos do processo, Lucy Letby aplicou injeções de insulina e ar em bebês que estavam na UTI neonatal e ainda alimentando à força para cinco meninos e duas meninas no Hospital Condessa de Chester, em Liverpool, entre 2015 e 2016.

Enquanto aguardava o julgamento, que durou dez meses, a mulher estava em liberdade. O veredicto veio após um julgamento que durou 10 meses e Letby foi presa em sua casa nesta sexta (18/08).

“Eu os matei de propósito porque não sou boa o suficiente para cuidar deles”, disse uma nota manuscrita encontrada por policiais que revistaram sua casa depois que ela foi presa.

+ Fisioterapeuta ‘dança’ com recém-nascido no bolso do jaleco em hospital; vídeo

Embora a condenação tenha saído nesta sexta, a sentença será lida na presença da condenada na segunda-feira (21), e, segundo fontes do caso ouvidas pela imprensa britânica, ela pode pegar prisão perpétua.

Segundo a acusação, ela atacava os bebês durante plantões noturnos que fazia na UTI neonatal.

Com informações de CNN. 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!