Crime sexual

Espanha fica chocada com suposto estupro de menina de 11 anos por adolescentes

Seis menores, a maioria com menos de 14 anos, teriam cometido o crime no banheiro de um shopping

Por Agências
Publicado em 10 de março de 2023 | 20:19
 
 
 
normal

A revelação recente do suposto estupro de uma menina de 11 anos por um grupo de menores, alguns com menos de 14 anos, perto de Barcelona, chocou a sociedade espanhola, que se pergunta como frear a violência entre os jovens.

Os fatos, revelados esta semana na imprensa local, teriam ocorrido em novembro, quando uma menina de 11 anos, que passeava por um shopping center em Badalona, na região metropolitana de Barcelona, foi surpreendida por um grupo de seis menores que a ameaçaram com uma faca para levá-la até os banheiros, onde a estupraram, reportaram vários veículos de imprensa.

A polícia regional catalã confirmou à reportagem ter recebido uma denúncia em dezembro de "agressão sexual" - que no código penal espanhol inclui vários tipos de violência, inclusive o estupro - entre menores. A força se recusou a dar mais informações sobre o caso, pois envolve menores de idade.

Em mensagem enviada à imprensa, o Ministério Público informou que tampouco dará "qualquer informação sobre o caso, pois a instrução é sigilosa". 

A Prefeitura de Badalona, cidade de 223 mil habitantes a cerca de 10 km de Barcelona, anunciou, por sua vez, a "vontade" de se apresentar como assistente de acusação em um futuro processo "para defender a vítima da agressão sexual grupal".

A maioria dos supostos agressores tinha menos de 14 anos, idade mínima para ser imputável na Espanha, segundo vários veículos de imprensa locais.

O MP pediu há algumas semanas que os dois únicos maiores de 14 anos fossem internados em um centro, reportou o jornal El País. O juiz, no entanto, só concordou com a entrada de um deles e outro está em liberdade vigiada, segundo o jornal.

A imprensa local noticiou que o irmão da suposta vítima teria começado a sofrer ameaças depois que sua família apresentou a denúncia.

Nesta sexta-feira (10), a Justiça informou que um magistrado concordou com a internação, por seis meses, para um menor que tinha sido detido por "obstrução de justiça e ameaças a uma terceira ou a terceiras pessoas relacionadas com um caso que investiga uma suposta agressão sexual em grupo contra uma menor em Badalona".

As informações que estão vindo à tona sobre o caso despertaram grande preocupação social sobre os crimes sexuais cometidos por menores, que, no ano passado, representaram mais de 12% do total na Catalunha, segundo dados da polícia regional.

A situação requer "que todos entendamos e analisemos o que está acontecendo conosco enquanto sociedade porque estas condutas são intoleráveis e estão normalizadas", afirmou, nesta quinta, Montserrat Escudé, porta-voz da Mossos d'Esquadra, a polícia regional catalã.

"Na medida em que a idade dos agressores está cada vez menor, é necessário intensificar a educação sexual dos adolescentes", avaliou, por sua vez, o jornal barcelonês La Vanguardia, em editorial publicado nesta sexta-feira.

(AFP)

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!