guerra

Exército russo diz que interceptou dois aviões da Otan sobre o mar Báltico

Ante disso, recentemente os russos já haviam interceptado um avião e um drone americano

Por Agências
Publicado em 15 de maio de 2023 | 15:45
 
 
 
normal

A Rússia afirmou nesta segunda-feira (15) que foi forçada a usar um de seus aviões de guerra para interceptar dois aviões militares sobre o mar Báltico, um francês e outro alemão, ambos países da Otan, que teriam tentado "violar a fronteira". 

"Depois de afastar os aviões militares estrangeiros da fronteira estatal da Rússia, o caça russo voltou são e salvo ao aeródromo", informou o Ministério da Defesa da Rússia no Telegram.

O avião alemão era um patrulheiro P-3C Orion e o francês, um patrulheiro antisubmarino Atlantique 2, especificou a pasta. 

A fronteira russa não chegou a ser violada, acrescentou. "O voo do caça russo foi realizado com estrito respeito às regras internacionais de uso do espaço aéreo sobre as águas neutras sem cruzar as rotas aéreas e sem se aproximar perigosamente de um avião estrangeiro", explicou o ministério.

Os incidentes entre aeronaves russas e de países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) se multiplicaram nos últimos anos, inclusive antes do início da ofensiva militar russa na Ucrânia em 24 de fevereiro de 2022.

Em abril, um caça russo interceptou um avião da Armada alemã sobre o Báltico, quando se aproximava da fronteira russa.

Um mês antes, a aeronáutica russa interceptou um drone americano Reaper MQ-9 sobre o mar Negro, que depois caiu em suas águas. O incidente provocou uma breve escalada de tensões entre Washington e Moscou.

(AFP)
                
 

Notícias exclusivas e ilimitadas

O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo profissional e de qualidade.

Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Fique bem informado!